Anterior
Materazzi: "O Ronaldo está a esmagá-los a todos"
Seguinte
Del Bosque: "Se começarmos devagar, pode ser perigoso"
Página Inicial   >  Dossiês  >  Dossies Desporto  >  Euro 2012  >   Iniesta: "Aborrecidos, nós? Mudámos a história da Espanha para sempre"

Iniesta: "Aborrecidos, nós? Mudámos a história da Espanha para sempre"

Iniesta, Negredo e Arbeloa - uma tripla de jogadores em conferência de imprensa. Primeiro tema? Cristiano Ronaldo. Segundo tema? Como parar Ronaldo. Terceiro tema? O suposto estilo aborrecido da Espanha.
|
Iniesta: "Temos o nosso estilo que nos trouxe muito sucesso", defendeu o médio espanhol, aqui a lever a melhor sobre Nasri, no jogo com a França.
Iniesta: "Temos o nosso estilo que nos trouxe muito sucesso", defendeu o médio espanhol, aqui a lever a melhor sobre Nasri, no jogo com a França.  / RobertOBERT GHEMENT

A sala de conferências da Donbass Arena está lotada para assistir à conferência de imprensa da equipa campeã europeia e mundial. Fala-se um pouco de tudo: inglês, português, espanhol, ucraniano, finlandês, enfim, até francês. Como o voluntário aqui do lado que lança charme à direita e à esquerda às meninas ucranianas. Chega a ser entediante - para mim e para elas. Tal como o são as perguntas sobre Cristiano Ronaldo a Iniesta, Negredo e Arbeloa. 

Portanto, vamos resumir as respostas em poucas linhas que pouco diferem umas das outras - também não haverá muito mais a dizer sobre isto. "Ronaldo é um grande jogador, fortíssimo, está com uma grande moral e marcou três golos"; "É impossível parar um jogador durante 90 minutos inteiros."

Uma exceção para Arbeloa, que é o que parece divertir-se mais na sala. Ele, que é defesa direito e colega de Cristiano Ronaldo no Real Madrid; e é amigo de Casillas no Real Madrid e na seleção. "O Iker conhece-o bem, pode ser que tiremos daí alguma vantagem." 

Tiki-taka? 


Estranhamente, discute-se o estilo da Espanha. Sim, aquele futebol rendilhado, tricotado, de ponto cruz (escolham a opção que vos aprouver) tem sido criticado. Dizem que é aborrecido por ser excessivamente controlador e lateralizado. Iniesta, com classe e elegância (e "eloquência", segundo um jornalista britânico) chutou para canto.

O discurso segue sem cortes, para não se perder o fio à meada: "Aborrecidos, nós? O futebol é grande nesse aspeto. Nem toda a gente gosta das mesmas coisas e todos têm direito à opinião. É isso que torna o futebol tão especial. Temos o nosso estilo que nos trouxe muito sucesso. Todas as opiniões são válidas, respeito-as, mas a verdade é que se tens uma equipa que está sempre a atacar contra uma defesa fechada, o jogo não fica tão atrativo como se estivesses num encontro entre duas formações a jogar futebol aberto. Mas esta é a nossa identidade. E não nos podemos esquecer de que há uns anos atrás isto mudou a história da Espanha para sempre."


Opinião


Multimédia

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 12 Comentar
ordenar por:
mais votados
Têm estado a bater em mortos
Mas amanhã vão se medir com futebol a sério.
Aqele futebol rendilhado só funciona bem para prepara a entrada de um Messi. Como a Espanha não tem Messi, estão feitos ao bife.
Re: Têm estado a bater em mortos
Re: Têm estado a bater em mortos
Re: Têm estado a bater em mortos
Re: Têm estado a bater em mortos
Re: Têm estado a bater em mortos
Re: Têm estado a bater em mortos
Re: Têm estado a bater em mortos
Re: Têm estado a bater em mortos
Re: Têm estado a bater em mortos
Re: Têm estado a bater em mortos
Re: Têm estado a bater em mortos
Comentários 12 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub