Siga-nos

Perfil

Expresso

Pensar o País com Música de Fundo

Como a arte em Portugal reflete a evolução recente da sociedade

  • 333

O caminho para o modernismo na segunda conferência Pensar o País com Música de Fundo, projeto do Expresso e do Deutsche Bank

Tiago Miranda

Em pleno coração de Lisboa, o Palácio Foz foi o palco de mais uma conferência do Pensar o País com Música de Fundo. Organizada pelo o Expresso e pelo Deutsche Bank, insere-se num projeto que tem desafiado personalidades de diversos sectores a refletir sobre a visão que têm para Portugal, colocando as artes como ponto de partida.

A abertura coube a Bernardo Meyrelles, presidente do Deutsche Bank em Portugal, que destacou a necessidade de a “disciplina financeira ter que ser complementada pela riqueza cultural”, uma vez que só assim se contribui para um ciclo positivo em que “maior desenvolvimento gera mais cultura e, por sua vez, mais prosperidade. A música é sempre o primeiro sinal que identificamos num país”, concluiu.

Atrair pessoas
Seguiu-se o debate moderado por Nicolau Santos, diretor-adjunto do Expresso, que contou com a presença do artista plástico Pedro Cabrita Reis, do chairman da Tranquilidade, Gustavo Guimarães, e do advogado e político António Lobo Xavier.

A discussão foi animada e viu Pedro Cabrita Reis a defender que “ao pensar o país devemos afastar o paradigma da importância do lugar de origem”. Como o nosso pensamento “se encontra refém dessa situação”, o artista acredita que a “nossa sociedade ainda não integrou a contemporaneidade”. Algo com que António Lobo Xavier discorda, por achar que Portugal é hoje “muito mais competitivo” no campo tecnológico, por exemplo, e que em certos aspetos “modernizamo-nos imenso em questões de mentalidade”. Já Gustavo Guimarães realçou a necessidade de “implementar um programa para a atração de pessoas, de forma ordenada e programada, para sermos mais atrativos”.

Para concluir, o quarteto de cordas Adlib ofereceu ainda uma interpretação de obras clássicas e contemporâneas para deleite do público. Um momento que deu um toque final de música de fundo à conferência.

  • 1 ideia para compor o país: Allegro e a Alegria de fazer avançar Portugal

    Mário Ferreira, CEO da Douro Azul, é o primeiro de trinta personalidades da Gestão, da Política e da Música que o Expresso convidou para responderem à questão: Que ideia tem para compor o país? Uma rubrica do projeto Pensar o País com Música de Fundo, do Expresso e do Deutsche Bank, que pode acompanhar no nosso site.

  • 1 ideia para compor o país: deixemo-nos embalar pela possibilidade de alternativas

    Gabriela Canavilhas é a terceira das 30 personalidades da Gestão, da Política e da Música que o Expresso convidou para responderem à questão: Que ideia tem para compor o país? Conheça a reflexão deputada e pianista, numa rubrica do projeto Pensar o País com Música de Fundo, do Expresso e do Deutsche Bank, que pode acompanhar no nosso site.

  • 1 ideia para compor o país: nem o silêncio se ouve

    Luís Represas é o quarto entre as 30 personalidades da Gestão, da Política e da Música que o Expresso convidou para responderem à questão: Que ideia tem para compor o país? Conheça a reflexão do músico, numa rubrica do projeto Pensar o País com Música de Fundo, do Expresso e do Deutsche Bank, que pode acompanhar no nosso site.

  • 1 ideia para compor o país: precisamos de “animar a malta”

    António Chainho é a quinta de 30 personalidades da Gestão, da Política e da Música que o Expresso convidou para responderem à questão: Que ideia tem para compor o país? Conheça a reflexão do virtuoso da guitarra portuguesa, numa rubrica do projeto Pensar o País com Música de Fundo, do Expresso e do Deutsche Bank, que pode acompanhar no nosso site.

  • 1 ideia para compor o país: não aceitar para Portugal nada menos do que merecemos

    Alexandre Soares dos Santos é a mais recente das 30 personalidades da Gestão, da Política e da Música que o Expresso convidou para responderem à questão: Que ideia tem para compor o país? Conheça a reflexão do gestor, numa rubrica do projeto Pensar o País com Música de Fundo, do Expresso e do Deutsche Bank, que pode acompanhar no nosso site.

  • 1 ideia para compor o país: a magia da música e das plataformas digitais

    DJ Ride é a sétima das 30 personalidades da Gestão, da Política e da Música que o Expresso convidou para responderem à questão: Que ideia tem para compor o país? Conheça a reflexão nesta rubrica do projeto Pensar o País com Música de Fundo, do Expresso e do Deutsche Bank, que pode acompanhar no nosso site.

  • 1 ideia para compor o país: o canto das sereias loucas

    Fernando Ribeiro é a mais recente das personalidades da Gestão, da Política e da Música que o Expresso convidou para responderem à questão: Que ideia tem para compor o país? Conheça a reflexão do vocalista dos Moonspell, nesta rubrica do projeto Pensar o País com Música de Fundo, do Expresso e do Deutsche Bank, que pode acompanhar no nosso site.

  • 1 ideia para compor o país: já chegámos ao refrão?

    Noiserv, vulgo David Santos, é a nona das 30 personalidades da Gestão, da Política e da Música que o Expresso convidou para responderem à questão: Que ideia tem para compor o país? Conheça a reflexão do músico, nesta rubrica do projeto Pensar o País com Música de Fundo, do Expresso e do Deutsche Bank, que pode acompanhar no nosso site.

  • 1 ideia para compor o país: combater o medo resgatando a identidade

    Miguel Velez é a décima personalidade da Gestão, da Política e da Música que o Expresso convidou para responderem à questão: Que ideia tem para compor o país? Conheça a reflexão do administrador das Pousadas de Portugal, nesta rubrica do projeto Pensar o País com Música de Fundo, do Expresso e do Deutsche Bank, que pode acompanhar no nosso site.

  • 1 ideia para compor o país: construir mudanças mudando de opções

    O líder parlamentar do PCP, João Oliveira, é o 11º de 30 personalidade da Gestão, da Política e da Música que o Expresso convidou para responderem à questão: Que ideia tem para compor o país? Conheça a reflexão do político, nesta rubrica do projeto Pensar o País com Música de Fundo, do Expresso e do Deutsche Bank, que pode acompanhar no nosso site.

  • 1 ideia para compor o país: estratégia de longo prazo

    Bernardo Meyrelles é a 12ª personalidade da Gestão, da Política e da Música que o Expresso convidou para responderem à questão: Que ideia tem para compor o país? Conheça a reflexão do presidente do Deutsche Bank em Portugal e da Câmara de Comércio e Indústria Luso-Alemã, nesta rubrica do projeto Pensar o País com Música de Fundo, do Expresso e do Deutsche Bank, que pode acompanhar no nosso site.

  • 1 ideia para compor o país: que os melhores deem o seu melhor por Portugal

    O presidente da WeDo Technologies, Rui Paiva, é o 13.º de 30 personalidades da Gestão, da Política e da Música que o Expresso convidou para responderem à questão: Que ideia tem para compor o país? Conheça a reflexão do gestor, nesta rubrica do projeto Pensar o País com Música de Fundo, do Expresso e do Deutsche Bank, que pode acompanhar no nosso site.

  • 1 ideia para compor o país: é realmente maçador mas é totalmente previsível

    António Pinto Leite é a 14ª personalidade da Gestão, da Política e da Música que o Expresso convidou para responderem à questão: que ideia tem para compor o país? Conheça a reflexão do advogado e coordenador do departamento de contencioso e arbitragem na Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva & Associados, nesta rubrica do projeto Pensar o País com Música de Fundo, do Expresso e do Deutsche Bank, que pode acompanhar no nosso site.

  • 1 ideia para compor o país: a volatilidade do ritmo de vida

    Valete é a 15ª figura da  Gestão, da Política e da Música que o Expresso convidou para respondere à questão: que ideia tem para compor o país? Conheça a reflexão do rapper, nesta rubrica do projeto Pensar o País com Música de Fundo, do Expresso e do Deutsche Bank, que pode acompanhar no nosso site.

  • 1 ideia para compor o país: apaixonarmo-nos por Portugal

    A diretora geral da Mary Kay Portugal, Sandra Silva, é a figura da  Gestão, da Política e da Música que hoje responde à questão: que ideia tem para compor o país? Conheça a reflexão da gestora, nesta rubrica do projeto Pensar o País com Música de Fundo, do Expresso e do Deutsche Bank, que pode acompanhar no nosso site.

  • 1 ideia para compor o país: pois os tempos estão a mudar

    Carlos Moedas é a 19ª personalidade da  Gestão, da Política e da Música que hoje responde à questão: que ideia tem para compor o país? Conheça a reflexão do comissário europeu da Investigação, Ciência e Inovação nesta rubrica do projeto Pensar o País com Música de Fundo, do Expresso e do Deutsche Bank, que pode acompanhar no site.

  • 1 ideia para compor o país: vamos cantar à honestidade, ao amor ao próximo e ao bem comum

    O chairman da Companhia de Seguros Tranquilidade, Gustavo M. Guimarães, é a 20ª personalidade da  Gestão, da Política e da Música que hoje responde à questão: que ideia tem para compor o país? Conheça a reflexão do gestor nesta rubrica do projeto Pensar o País com Música de Fundo, do Expresso e do Deutsche Bank, que, por agora, termina. O regresso dá-se em setembro.