Siga-nos

Perfil

Expresso

Mês do Ambiente 2015

Ideias Verdes: talvez um dia seja o retalhista mais sustentável do mundo

  • 333

COMPROMISSO: a empresa britânica certifica-se que os seus materiais são sustentáveis desde a etapa zero

Oli Scarff/Getty Images

Marks & Spencer estabeleceu cem compromissos para atingir em cinco anos. Um acordo público a favor do ambiente

Uma conhecida marca de retalho britânica, cansada de ver o mundo a mudar e ninguém a mudar por ele, decidiu entrar na viagem verde. Nem que fosse sozinha, a empresa passaria a ser ética e teria vincadas responsabilidades ambientais. Delineou 100 compromissos com o ambiente, em 2007, para serem atingidos em cinco anos. Um acordo público a que chamou plano A.

Para a Marks & Spencer este é o caminho a seguir, o mais acertado e a única maneira de fazer negócios. Para a grande retalhista não há alternativa hoje a não ser a implementação de um negócio sustentável, e como não podia esperar por um plano B criou o A. Um dia serão o retalhista mais sustentável do mundo e tudo terá começado com 100 votos trocados com o ambiente.

Fosse qual fosse o desfecho, a empresa teria que ter sido uma ajuda na proteção do ambiente, passaria a trabalhar de forma responsável com o intuito de diminuir o desperdício e ajudar a comunidade. Mas o principal objetivo era torná-la neutra no que concerne às emissões de carbono, o que foi sobejamente conseguido. Esse e os outros 99 compromissos, obrigando a M&S a assinar mais 100 para serem cumpridos até 2020.

Já foram desenvolvidas parcerias com organizações de forma a que todos os dias os marcos possam ser ultrapassados. A empresa certifica-se que os seus materiais são sustentáveis desde a etapa zero, seja a praticar um comércio justo ou a garantir, por exemplo, que se usem menos pesticidas na produção do algodão.

Além do facto do nome da empresa se ter visto envolvido numa importante campanha de marketing, economicamente também tem lucrado com a escolha do caminho verde. Uma M&S energeticamente eficiente é uma empresa que vê as contas de eletricidade serem diminuídas. Nos últimos anos também se reduziu drasticamente o combustível usado em transportes da firma e também se utilizam menos embalagens o que resulta numa poupança de milhares de euros.

Em novembro, de segunda a sexta, o Expresso Diário traz-lhe ideias para preservar o ambiente