Expresso

Siga-nos

Perfil

Perfil

Energia de Portugal 2014

Rapaz de 18 anos cria site que põe privacidade a nu

  • 333

Callum Haywood tem um site para provar aos utilizadores das redes sociais que tudo o que escrevem se pode tornar público. E, se alguém quiser, ele procura informações por encomenda.

(www.expresso.pt)

Felizmente Callum Haywood já atingiu a maioridade, pois não se sabe até onde irá a sua vontade de provar a quem anda nas redes sociais de que se há coisa que não existe é... a privacidade. Callum, que vai entrar este ano para a faculdade, criou um site onde ordena e expõe os dados que a maioria dos utilizadores das redes sociais nem se lembra que são públicos.

Para amostra, o site, explicitamente denominado weknowwhatyouredoing.com, começou com quatro colunas, com os sugestivos títulos: "Quem quer ser despedido?", "Quem está de ressaca?", "Quem anda a usar drogas?" e "Quem deu o novo número de telefone?" Já dá para perceber que poucos quererão constar destas listas, mas acredite que muitos se arriscam a isso, mesmo pensando que estão a salvo.

Diga o que procura, ele encontra

Foi exactamente essa falsa sensação de privacidade que levou Callum a criar o site, que foi lançado no passado domingo, 24 de Junho, mas já conta com 100 mil utilizadores, e está a dar muito que falar. E de onde vem a informação?, pergunta você. Callum limita-se a ir buscá-la ao Facebook e ao FourSquare. Segundo explica no seu site pessoal, está disponível para fazer pesquisas, desde que os prazos não sejam muito apertados. "Darei o meu máximo. O fracasso não é opção".

O que parece uma missão complicada, foi apenas um desafio para este adolescente de 18 anos que começou a programar para a web aos 13 e aprendeu sozinho as linguagens HTML e PHP lendo manuais! Em Outubro vai iniciar o curso de Engenharia Informática, mas como se vê já leva muito conhecimento na mochila. Só para fim de conversa: não pense que alguém se conseguirá vingar dele, expondo a sua privacidade. Callum tem os dados bem guardados num gestor de conteúdos na nuvem.