Siga-nos

Perfil

Click Portugal

Click Portugal

Dez coisas que vão mudar na banca: digitalização dos serviços

  • 333

Xolitos

Videoconferências e transposição de serviços para a esfera digital vão ser a norma. É o quarto de 10 artigos que ao longo das próximas duas semanas apresentam as mudanças que se avizinham na banca

Uma das salas das agências bancárias do futuro vai estar reservada para uma zona de consultas e vendas. Aqui, funcionários com recurso cada vez mais acentuado a equipamentos digitais ajudam a aceder rapidamente a conteúdos e aplicações que lhe interessem e proporcionam orientações interativas. O fator humano continua a ser importante, pois 66% dos clientes gostaria de falar cara a cara com os funcionários na compra de produtos bancários (Accenture, 2014).

Mas não só de uma maior interatividade com serviços vai viver esta digitalização. Dúvidas sobre qualquer opção nas suas transações de negócio podem ser resolvidos à distância de um monitor. Vão estar disponíveis ecrãs de alta definição para videoconferências com as pessoas necessárias, sejam parceiros de negócio ou responsáveis do banco, para tomar a decisão que melhor sirva os seus interesses.

Em todo o caso, o seu banco terá dispositivos para se conectar e compartilhar informações com outros clientes e empresas, bem como tablets para registar o seu histórico e ver o que o mais lhe convém. Claro que em alguns casos, não vai sequer ser preciso deslocar-se a uma agência. A transposição de serviços para a esfera digital vai aumentar a gama de serviços das aplicações de home banking.