Siga-nos

Perfil

Expresso

Projeto Não Pares

Oito boas razões para se manter hidratado

Mais de 70% do cérebro é composto por água, por isso a falta de hidratação compromete seriamente as funções cognitivas

Flickr

Beber água apenas quando tem sede é um mau princípio. Quando o corpo dá esse alerta, as suas reservas já estão abaixo dos níveis ideais e o organismo está em esforço.

Maria Serina

1. Entre 50 a 75% do corpo é água

A água circula livremente pelo organismo e entre 4 a 10% é substituída diariamente por 'água fresca'. Mais de 90% do sangue é composto por água, os músculos têm 73% e até 10% da gordura é água. Qualquer oscilação ainda que pequena no nível de hidratação de que o organismo precisa, afeta de imediato o seu funcionamento.

2. A desidratação prejudica a concentração

Mais de 70% do cérebro é composto por água, por isso a falta de hidratação compromete seriamente as funções cognitivas. Vários estudos já constataram que mesmo um estado de desidratação ligeira provoca diminuição da capacidade de atenção, concentração e memória, afetando também a tomada de decisões.

3. A falta de água reduz a performance no exercício em 20%

Não são só as funções cognitivas que são afetadas pela desidratação, também o seu desempenho físico fica seriamente comprometido. Segundo o Natural Hydration Council pessoas que fazem exercício prolongado sem se hidratarem corretamente, podem registar quebras entre 20 a 40% no rendimento físico.

4. A sede provoca dor

Sabia que dores de cabeça ou nas articulações e certas úlceras podem ter origem na falta de água? Este elemento é necessário para eliminar os resíduos ácidos das células, e quando não há água suficiente no corpo para cumprir essa função, o organismo lança o alerta.

5. O cansaço pode ser sintoma de desidratação

Um estudo da Universidade de Loughborough, no Reino Unido, revela que basta uma diminuição de 5% no nível de água no organismo para sentir quebras de energia na ordem dos 30%. E mesmo uma redução de 1,5% pode provocar cansaço e dor de cabeça, constatou um outro trabalho do Laboratório de Desempenho Humano da Universidade do Connecticut.

6. A água protege músculos e articulações

Manter uma boa hidratação é fundamental para se manter em forma. A água atua como lubrificante à volta dos músculos e das articulações reduzindo o risco de lesões. Ela funciona como uma espécie de almofada que protege as articulações e mantém os músculos a funcionar em pleno.

7. Menos água é igual a mais stresse

Vários estudos conseguirem estabelecer uma relação entre a falta de água e o aumento de hormonas relacionadas com o stresse, como o cortisol. E não é preciso muito para que estes efeitos se notem. Crie o hábito de beber água enquanto trabalha - não só evita a desidratação, como o ajuda a fazer pequenas pausas que desviam a atenção das tarefas que tem em mãos.

8. Ninguém sobrevive muito tempo sem água

A água ajuda o corpo a libertar-se das toxinas e leva os nutrientes a todas as células. Em média perde entre 2 a 2,5 litros de água por dia e quando sente sede significa que já perdeu 1 a 2% do seu peso em água, por isso é fundamental que beba mesmo sem sede. Quando esta percentagem atinge os 5% torna-se preocupante, e aos 20% é fatal. Dificilmente alguém sobrevive mais de uma semana sem água.