Siga-nos

Perfil

Expresso

Projeto Não Pares

Etiqueta no ginásio

É preferível encontrar alternativas do que ficar parado junto às máquinas

Flickr

Basta um pouco de bom senso para não dar nas vistas pelas piores razões. Se tem dúvidas, siga estas regras.

Maria Serina

Falar ao telemóvel durante o treino, deixar os pesos fora do sítio ou não usar uma toalha quando utiliza as máquinas, são atitudes mal vistas em qualquer ginásio. Mesmo que os seus autores sejam apenas distraídos, elas são consideradas atos de má educação. O ideal é seguir estas regras de boa convivência.

 

Não pressione os outros para libertarem os aparelhos

Em hora de ponta torna-se mais difícil seguir o plano de treino à risca. É preferível encontrar alternativas, do que ficar parado junto às máquinas enquanto outras pessoas as utilizam, É uma forma silenciosa de pressionar os outros a deixarem o equipamento. Quando não há aparelhos disponíveis, altere a ordem do treino ou faça mais passadeira, por exemplo.

Use uma toalha para a transpiração

Ela já se tornou obrigatória em qualquer ginásio, mas não basta passeá-la na mão. Coloque-a entre o seu corpo e as máquinas e use-a para limpar o suor das mãos e os manípulos dos aparelhos.

Treine em silêncio

A menos que esteja numa aula de cycling ou de Warrior, em que os 'gritos de guerra' são encorajados, não perturbe a concentração dos outros utilizadores do ginásio com gemidos de esforço, enquanto tenta levanta pesos ou aumenta a carga para trabalhar as pernas.

Arrume os equipamentos depois de os usar

Talvez não seja a pessoa mais arrumada do mundo, mas no ginásio convém não deixar o trabalho para que os outros o façam. Ninguém vai achar graça em ter de procurar o haltere de 40 quilos que deixou no meio dos de 10 quilos. E se fez uma carga mais pesada num dos aparelhos, antes de passar ao seguinte, coloque a carga em níveis aceitáveis.

Deixe o telemóvel no cacifo

Mesmo que não consiga tratar de todos os assuntos na empresa, esqueça a possibilidade de fazer telefonemas enquanto caminha na passadeira. Até pode parecer-lhe a altura ideal, mas quem está a treinar à sua volta não vai apreciar. As pessoas procuram o ginásio para descontrair e não para ficar a par da vida pessoal ou profissional dos outros.

Guarde a sua playlist para si

Ouvir música durante o treino é uma excelente forma de descontrair ou até de lhe dar mais energia enquanto corre na passadeira. Mas evite cantarolá-la. Vai perturbar quem o rodeia, sobretudo porque estando com headphones nem se apercebe do volume da sua voz.

Evite usar as máquinas durante muito tempo

Aproveite quando o ginásio está calmo para insistir nas repetições e demorar-se mais tempo nos aparelhos que trabalham as áreas do corpo que precisam de mais atenção. Porém, à hora de almoço ou final da tarde, limite-se a cumprir o plano de treino para libertar os aparelhos rapidamente para o utilizador seguinte.

Use roupas adequadas

O ideal é usar equipamentos adequados às modalidades que pratica. Uns calções curtos e largos podem ser confortáveis para corrida, mas não para fazer exercícios no chão, por exemplo. Atualmente os equipamentos mais justos são os preferidos da maioria dos praticantes, porque não revelam o que não se quer mostrar, nem interferem com os movimentos. Atenção às mensagens nas t-shirts que usa, para que não firam suscetibilidades.

Cuide bem dos equipamentos

Não abandone as máquinas deixando-as nas cargas máximas, e evite que os pesos toquem uns nos outros quando está a trabalhar braços ou pernas, porque isso desgasta os equipamentos. Se tem dúvidas sobre o funcionamento dos aparelhos, é preferível pedir ajuda aos instrutores do que tentar soluções criativas que podem danificá-los.

Seja rápido no balneário

Especialmente à hora de maior afluência no ginásio, depois do treino todos querem despachar-se para voltar a correr para a empresa ou chegar a casa a horas de jantar com a família. Demorar-se debaixo do chuveiro de água quente pode ajudá-lo a relaxar, mas é provável que irrite quem ainda aguarda por vez.