Siga-nos

Perfil

Expresso

Projeto 20+20

“20 Dias, 20 Histórias” de projetos inspiradores. As empresas e as dicas do 20+20. Um balanço

  • 333

Parte das imagens tiradas no país inteiro e que ilustraram a vintena de histórias de sucesso destacadas no 20+20

Foram 20 dias, 20 histórias de empresas que inovaram para crescer que apresentamos ao longo de cinco semanas no Expresso Diário e no online como parte projeto do projeto 20+20, desenvolvido pelo Expresso em conjunto com o BCP Capital. Recorde agore todos os casos, bem como os cinco guias práticos com dicas para concorrer os fundos comunitários do Portugal 2020

Miguel Ângelo Pinto e Tiago Oliveira

Nunex
Estão sediados em Viana do Castelo e dedicam-se ao fabrico de fraldas descartáveis para crianças e adultos e outros produtos de higiene pessoal. Neste momento, a Nunex tem um programa de investimentos superior a €17 milhões de euros, onde se inclui novas máquinas, tendo como principal foco o reforço da internacionalização da empresa

Sea4us
Encontrou no mar o ambiente ideal para o desenvolvimento de novos fármacos. O Sea4us tem como produto líder um analgésico para a dor crónica moderada ou severa. A empresa trabalha com produtos compostos de origem marinha e que podem ser determinantes no estabelecimento de novas terapias. Mais eficazes e para diferentes patologias humanas

Microlime
A empresa de produtos de cal e variados tem em curso um investimento no valor global de €12,5 milhões de euros que se destina à construção de uma nova unidade fabril em Ourém. Aí, foram adquiridos uma pedreira e 18 hectares de terrenos para o projeto. Entre os aspetos tidos em conta destacam-se o enquadramento paisagístico, os acessos e a utilização da mais moderna tecnologia

Beneficiários do Roxo
A Associação de Beneficiários do Roxo distribui água para agricultura, populações e indústrias, proveniente do Aproveitamento Hidroagrícola do Roxo. A gestão e conservação das infraestruturas e pessoal, a promoção do regadio e atividades agrorrurais estão entre os desígnios que os próximos investimentos potenciarão em Aljustrel, Ferreira do Alentejo e Santiago do Cacém

Aquatlantis
Fabrica aquários, terrários e móveis adaptados a estes equipamentos. A empresa foi pioneira na disponibilização de LED nos sistemas de iluminação integrados dos seus produtos. Nos próximos dois anos a Aquatlantis prevê um investimento de aproximadamente €2,8 milhões na ampliação das instalações e aquisição de novos equipamentos

Noras Performance
É responsável pelo desenvolvimento de um projeto inovador a nível mundial e que pode fazer a diferença. Trata-se de um boia telecomandada que evita que o nadador-salvador tenha de se lançar à agua em situações de maior risco. A produção da Noras Performance será numa fábrica em construção em Torres Vedras. Um projeto global que representa um investimento a rondar os €11 milhões

Feerica
Empresa de Mafra, desenvolve soluções de segurança para o mercado bancário, com destaque para o sistema de neutralização de notas por tinta, denominado Smartstain, que possui homologação do SIBS e do Banco de Portugal. Trata-se de um produto com capacidade para operar em ambientes de explosão, apresentando ainda uma solução patenteada que evita neutralizações por falha humana. Com olhos no estrangeiro a Feerica optou por um projeto de apoio à internacionalização dentro do Portugal 2020, com um investimento inicial de 150 mil euros

Vale da Rosa
É atualmente o maior produtor nacional de uva de mesa, com uma área de produção de 250 hectares e 12 variedades de uva de reconhecida qualidade. Os métodos de produção da Herdade Vale da Rosa baseiam-se no sistema pérgola, constituído por vinhas altas, em latada, que promovem um microambiente favorável que permite antecipar a época de produção e proteger a vinha das adversidades climáticas

Toscagri
Focada na produção agrícola diversificada, tem em decurso um investimento de €900 mil para a aquisição de sistemas de rega e em máquinas que permitam dar um maior rendimento nos trabalhos de campo efetuados. O objetivo da empresa de Beja é fornecer Portugal inteiro com cereais, oleaginosas, leguminosas e hortícolas

Tintex
Em 2015, a empresa de têxteis de Vila Nova de Cerveira atingiu um volume de vendas a rondar os €9 milhões, valor que pode duplicar nos próximos três anos, até porque introduziu recentemente algumas inovações. O Portugal 2020 permitiu um investimento de €5 milhões em cinco projetos ligados à empresa de Viana do Castelo que, em Munique, na maior feira mundial de desporto, acumulou distinções

Moldegama
A empresa de Alcobaça trabalha com grandes nomes do sector automóvel, como BMW, Porsche e Maserati, no fabrico de moldes. Com 100% da produção a ser exportada, no ano passado a faturação atingiu os €9 milhões. O investimento de €3,1 milhões será decisivo para a entrada noutros sectores, na abertura de uma nova empresa no México e para a criação de uma fábrica dedicada unicamente à injeção multimaterial, algo inédito no país

Trevipapel
Negócio com projeção internacional, especializado no fabrico de produtos em papel tissue para segmentos de consumo profissional, a empresa da Lousã tem a Paper Prime como nova joia da coroa. É um projeto que consiste na instalação de uma fábrica de papel em bobine e num esforço de verticalização da produção, que conta com um investimento global de €30 milhões, com ajuda do Portugal 2020

Biosurfit
É ao sabor de um investimento global de €20 milhões que esta startup de Lisboa se propõe chegar a todo o mundo. O segredo do sucesso está no desenvolvimento e comercialização da plataforma ‘spinit’, uma solução pioneira a nível mundial que permite, a partir de um único equipamento descartável, a realização de análises junto do doente com apenas uma gota de sangue, apresentando resultados em cinco minutos. Uma solução que já recebeu diversos prémios nacionais e internacionais

Tensai
Com um valor de investimento atribuído pelo Portugal 2020 estimado em €3,2 milhões, a ambição da empresa sediada em Leça da Palmeira nunca foi tão grande. Especializada na produção, comercialização, exportação e importação de electrodomésticos, surgiu da fusão, em 2008, de duas empresas. Os congeladores horizontais e verticais, para uso doméstico e comercial, os frigoríficos verticais para uso doméstico, arcas para conservação de gelados e caves de vinho são os produtos em maior destaque, numa fase em que a Tensai vende para mais de 50 países

Grupo Ilídio Matos
As diferentes empresas detidas por este grupo controlam um conjunto de propriedades que perfazem mais de 2300 hectares no Baixo Alentejo. No total, as explorações são ocupadas atualmente com mais de 400 hectares de olival intensivo e superintensivo, 180 de amendoal intensivo, 45 de vinha, 300 de cereais, papoila e cebola, 900 de prados e pastagens e 550 de floresta e gado bovino. Até final de 2017 serão transformados mais de 800 hectares, com ajuda dos €5 milhões dos apoios do Programa de Desenvolvimento Rural

Herdade Amêndoas Doces
Tudo começou nos EUA. Lá, Francisco Leal da Costa acompanhou a produção de amêndoa. Depois, com o desenvolvimento do Alqueva, surgiu a oportunidade que esperava. Atualmente já possui 175 hectares de pomar na Ervideira, iniciando a plantação de mais 175 hectares este ano. A construção de uma fábrica de descasque que ajude à expansão internacional é o próximo passo, com a ajuda do investimento global de €6 milhões

Polopique
É uma marca de vestuário que atingiu uma posição de referência no sector e tem uma das poucas unidades verticais completas do país, que controla em Vizela toda a produção: fiação, tecelagem, tricotagem, ultimação e confeção. Possui uma relação profícua com a Inditex (dona da Zara). A candidatura de €6,7 milhões destina-se à criação de uma fábrica de fiação que ajude a aumentar a capacidade de produção, que pode chegar às 100 mil peças por dia, 97% das quais para exportação

Triangle's
Desenvolvido em parceria por três empresas ligadas ao setor do ciclismo — a Rodi, a Miranda e a Ciclo Fapril — trata-se de um projeto novo que vai beneficiar de um investimento de €14,5 milhões (60% do Portugal 2020) numa nova fábrica de quadros de alumínio automáticos em Águeda. Será a primeira unidade do mundo a produzir este tipo de produto 100% em automático, com uma capacidade de produção de meio milhão por ano, 90% da qual para exportação. O grande alvo é o segmento médio/alto interessado em bicicletas elétricas

Daertis
Ao longo da sua existência, esta empresa familiar de Porto de Mós procurou adaptar a sua oferta de produto às necessidades do mercado. Após ter começado por se dedicar essencialmente à produção de artigos decorativos em faiança, atualmente alargou o leque para artigos utilitários, além dos decorativos, em faiança e grés fino, com a exportação a ser o destino da totalidade. Para aumentar esta capacidade e introduzir novos métodos e equipamentos produtivos, conta com um plano de investimentos no valor de €1,7 milhões

BeON Energy
Transformar energia solar em eletricidade, através de uma simples ligação por tomada à rede elétrica doméstica, é a grande proposta de valor desta empresa de Ponte de Sor. A sua criação única no mundo, o Microinversor BeON, demora 30 minutos a montar e pode ser feito por qualquer pessoa sem conhecimentos de eletricidade. Com produção centrada na China, o projeto já chegou a dezenas de milhares de portugueses. O próximo passo, com o apoio do Portugal 2020, é um investimento de €2 milhões para trazer parte da produção para a sua terra natal.

Os guias

Como concorrer aos fundos comunitários?
Saiba onde deve aceder para se candidatar ao Portugal 2020, os documentos exigidos e as regras mais importantes nesta introdução ao processo

O que precisa para ser um candidato elegível
As condições que tem que cumprir — como estar plenamente estabelecido no sistema legal como pessoa coletiva ou não prestar informação enganosa — para ser um dos escolhidos do programa são o destaque deste guia

Escolher o programa certo
Perceba as linhas económicas e geográficas que dividem os programas de financiamento e veja qual é mais benéfico para si com estas dicas úteis

Há livro de reclamações no 2020? Sim, e acompanhamento dos projetos
As pessoas responsáveis por acompanhar e avaliar a sua proposta, bem como o que pode (e deve) fazer para não a perder de vista são algumas das perguntas que aqui têm resposta

As etapas do financiamento
No último guia do projeto 2020, o objetivo é ajudar a perceber como se estrutura a aplicação do dinheiro atribuído nos incentivos e os apoios que pode receber para determinadas despesas. Entre tetos máximos de financiamento e as consequências de uma falência, há muito a saber