Siga-nos

Perfil

Expresso

Iniciativas e Produtos

Inovação e internacionalização no ADN das PME que lideram

João Vieira Pereira, editor da Exame; António Portugal Cunha, administrador da Testa & Cunhas; Purificação Tavares, administradora da CGC Genetics; Vítor Fernades, administrador do Novo Banco; Isabel Azevedo, presidente da Fricon e Mário Ferreira, Presidente do Conselho de Administração da Douro Azul

Paulo Duarte

O projeto da Exame e Novo Banco - 'PME que Lideram' - reuniu algumas figuras da economia para discutir o trabalho a ser desenvolvido pelas pequenas e médias empresas de maior destaque em Portugal, numa conferência a que não quis faltar o ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral

Subordinada ao tema "A Inovação e a Internacionalização como fatores transversais de competitividade", a conferência 'PME que Lideram' deu palco ao que de melhor temos a oferecer no universo empresarial.

Tendo como mote o lançamento da revista da 9ª revista consecutiva da Exame (que é responsável pelo projeto em conjunto com o Novo Banco) dedicada ao tema, o auditório da Fundação de Serralves esteve repleto para ver os líderes no seu campo darem conta do trabalho desenvolvido e como se estão a preparar para o futuro.

O arranque coube à presidente da fundação, Ana Pinho, que recordou como "Serralves está desde sempre ligado à inovação e a contribur para a imagem de um Portugal dinâmico e moderno." Palavra depois para o administrador do IAPMEI, Miguel Sá Pinto, que recordou como estas empresas "conseguiram continuar a crescer mesmo durante os anos da crise"; enquanto o administrador do Novo Banco, Vítor Fernandes, realçou ser "essencial" dar às PME líder "maior capacidade de competir no mercado externo."

Após a apresentação do exemplo da Logoplaste, um caso paradigmático de inovação e internacionalização, pela pessoa do seu CEO, Alexandre Relvas, seguiu-se uma mesa redonda moderada pelo diretor da Exame, João Vieira Pereira. A discussão começou com Purificação Tavares, administradora da CGC Genetics, a recordar a importância "dos parceiros institucionais para aprender", ao passo que Isabel Azevedo, presidente da Fricon, falou da "satisfação com as conquistas" que se fazem ao longo do caminho.

Já António Portugal Cunha, administrador da Testa & Cunhas, falou das dificuldades provocadas pela "regulamentação muito complexa em Portugal" e o presidente da Douro Azul, Mário Ferreira, mencionou a "contribuição" do estatuto PME Líder (que perdeu por já ter tamanho superior) para o crescimento da empresa.

O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, fez questão também de estar presente e encerrou a cerimónia ao lembrar as "constantes revisões em alta" que têm sido feitas quanto ao crescimento - como a de hoje do Banco de Portugal - e que as histórias das PME presentes só comprovam uma coisa: "Portugal está a viver um bom momento."