16 de abril de 2014 às 10:45
Página Inicial  ⁄  Feeds  ⁄  Última Hora Lusa  ⁄  Economia  ⁄  Indústria: Grupo Bi-Silque pretende contratar 40 trabalhadores da Yazaki

Indústria: Grupo Bi-Silque pretende contratar 40 trabalhadores da Yazaki

Porto, 07 Abr (Lusa) - O grupo português Bi-Silque, empresa de artigos de escritório sedeada em Esmoriz, Ovar, anunciou hoje o interesse em contratar cerca de 40 trabalhadores do pólo de Vila Nova de Gaia da Yazaki Saltano.
Lusa

Porto, 07 Abr (Lusa) - O grupo português Bi-Silque, empresa de artigos de escritório sedeada em Esmoriz, Ovar, anunciou hoje o interesse em contratar cerca de 40 trabalhadores do pólo de Vila Nova de Gaia da Yazaki Saltano.

"Gostaríamos de anunciar o interesse por parte das empresas do grupo Bi-Silque na contratação de cerca de 40 funcionários", afirma, em comunicado, o departamento de recursos humanos da empresa.

No comunicado o grupo Bi-Silque não explicita as razões do interesse nos colaboradores a dispensar pela multinacional de componentes eléctricos para automóveis e os contactos com a empresa revelaram-se infrutíferos.

O grupo Bi-Silque, líder europeu na produção de quadros, possui delegações em Inglaterra e nos EUA e exporta para 51 países.

Entretanto a Yazaki Saltano revelou hoje, que tem vindo a recolher informações sobre postos de trabalho disponíveis em empresas e Centros de Emprego da região, com o objectivo de "facilitar a transição de carreira dos colaboradores", confirmando o interesse do grupo Jerónimo Martins em contratar até 100 trabalhadores seus.

"O Grupo Jerónimo Martins confirma a disponibilidade para vir a integrar até 100 pessoas da Yazaki nos próximos meses, tendo em vista o seu plano de recrutamento delineado para o concelho de Gaia", afirmou a empresa.

A Yazaki Saltano de Gaia anunciou sexta-feira que vai despedir 400 colaboradores afectos à produção de um modelo que a empresa diz ter de terminar a 30 de Abril, devido às dificuldades vividas no sector.

"A Yazaki vê-se obrigada a terminar, no próximo dia 30 de Abril, a produção do modelo M59 da Yazaki Saltano de Gaia, levando à dispensa de 400 colaboradores afectos à produção deste modelo", explica a empresa.

A empresa afirma que vai manter a Direcção de Logística, Recursos Humanos, Financeira, Sistemas & Tecnologias de Informação e o PTC, em Gaia.

Em Portugal desde 1986 e com 2235 colaboradores, a Yazaki Saltano garantiu que as duas outras fábricas do grupo situadas em Ovar - Yazaki Saltano Portugal Ovar e Yazaki Saltano Produtos Eléctricos - "não são afectadas por este processo".

JLS/PM.

Lusa/Fim

Comentários 0 Comentar
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub