Anterior
"Rússia sem Putin!"
Seguinte
Martim Silva comenta o Expresso desta semana (vídeo)
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   Homicida condenado à morte foi salvo pelo Twitter

Homicida condenado à morte foi salvo pelo Twitter

Um dos jurados do julgamento de Erickson Dimas-Martínez, acusado de assassinar um adolescente em 2006, enviou mensagens para a rede social durante o processo.
|
Erickson Dimas-Martínez foi condenado à pena de morte em 2010
Erickson Dimas-Martínez foi condenado à pena de morte em 2010 / Arkansas Department of Correction/AP

O Supremo Tribunal do estado do Arkansas anulou a pena de morte a um detido, depois dos advogados de defesa alegarem que um dos jurados comentou o julgamento via Twitter, apesar da proibição de qualquer contacto com o exterior.

Os advogados de defesa de Erickson Dimas Martínez, que foi condenado à morte em março de 2010 pelo homicídio de um adolescente de 17 anos, revelaram ainda que outro membro do júri terá dormido durante o julgamento.

O jurado identificado como Randy Franco partilhou através do Twitter a seguinte mensagem: "Escolhas serão feitas. Corações serão partidos... Cada um de nós tem de definir a grande linha".

Segundo o "The Guardian", menos de uma hora antes de ser anunciado o veredicto Franco escreveu nova mensagem: "Acabou".

O jornal inglês revela que Randy Franco enviou outras mensagens, dando a entender que não estava satisfeito com o trabalho de jurado. "Aqui o café é uma porcaria" ou "Tribunal. Dia 5. Aqui vamos nós outra vez", foram outras mensagens partilhadas no Twitter.

O Supremo Tribunal estadual reconheceu que Randy Franco, conhecido nos documentos do tribunal como jurado número 2, violou a regra geral de não comentar o processo.

Telemóveis nos tribunais


O juiz associado escreveu no veredicto que "por causa da natureza do Twitter, os tweets do jurado número 2 acerca do julgamento chegaram a ser discussões públicas. Mesmo que essas discussões tenham sido unilaterais, não é de forma nenhuma apropriado para um jurado escrever considerações, pensamentos ou outra informação acerca do caso de uma forma tão pública".

Os juízes aproveitaram este caso para alertar para a diversidade de más condutas que podem acontecer quando os jurados têm acesso sem restrições aos seus telemóveis durante um julgamento.

"A maior parte dos telemóveis permitem acesso instantâneo a uma miríade de informação. Os jurados podem aceder não só ao Facebook, Twitter ou outros sites de redes sociais, mas podem aceder a sites noticiosos, que podem ter informações sobre um caso", concluiu Corbin.


Opinião


Multimédia

Cheesecake com manjericão e doce de tomate

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 3 Comentar
ordenar por:
mais votados
Como salvar a vida de um homem
A serio? a vida ou morte deste homem depende do twitter? Entao mobilizo todos os jurados a fazer twitts acerca dos processos lol é tao simples salvar uma vida.... -.-'

ha duas coisas que me irritam aqui: a pena de morte em si, mas ainda mais irritante é o jurado ser constituído por um conjunto de pessoas que nada têm que ver com o caso, que nada sabem de leis e que possivelmente nao conhecem mais do que aquilo que é o senso comum. Alguem de diz se os juris são mesmo constituídos assim nos States?
E no meio disto tudo: ele era culpado ou não?
Re: Como salvar a vida de um homem
Comentários 3 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub