Anterior
Mais de 19 mil mortos na Síria
Seguinte
Fogo em Sintra combatido por 160 bombeiros
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   Hollande reconhece responsabilidade francesa nos crimes nazis

Hollande reconhece responsabilidade francesa nos crimes nazis

"Esses crimes foram cometidos em França, pela França", reconheceu François Hollande numa homenagem a judeus deportados para a Alemanha na Segunda Guerra Mundial.
Lusa |
Cerimónia de homenagem aos judeus deportados pela França
Cerimónia de homenagem aos judeus deportados pela França / Reuters

O presidente francês, François Hollande, reconheceu hoje a responsabilidade da França na perseguição dos judeus na Segunda Guerra Mundial durante uma homenagem a 13152 judeus deportados para os campos de concentração na Alemanha nazi.

"Esses crimes foram cometidos em França, pela França", afirmou o chefe de Estado francês, citado pela agência Efe.

Hollande recordou a "lucidez" e a "valentia" do conservador Jacques Chirac que, em 1995, se tornou no primeiro presidente francês a reconhecer a responsabilidade da França nas deportações durante a Segunda Guerra Mundial.

"Foram assassinados pelo único motivo de serem judeus", afirmou hoje, em Paris, o chefe de Estado, acrescentando que a sua presença no ato de homenagem evidenciou "a vontade da França (...) de honrar os mortos sem sepultura".

Desta forma, Hollande demarcou-se da tese do seu mentor político e primeiro socialista a chegar ao palácio do Eliseu na V República, François Mitterrand, que não reconhecia a responsabilidade da França.

Durante a Segunda Guerra Mundial foram deportados da França 75500 judeus para os campos de extermínio nazis, dos quais sobreviveram 2500, afirmou o presidente francês.


Opinião


Multimédia

Geração Z

Mais rápidos, mais capazes, mais solitários, os Z vivem agarrados aos ecrãs, pensam com a ajuda da internet e estão permanentemente preocupados com a bateria do telemóvel. Que geração é esta que nasceu com a viragem do século?

Desaparecidos para sempre no Mar do Norte

O dia 15 de novembro já foi feriado, há 90 anos. A razão foi o desaparecimento de Sacadura Cabral algures no Mar do Norte. Depois de fazer mais de oito mil quilómetros de Lisboa ao Rio de Janeiro, o aviador pioneiro não conseguiu completar o voo entre a cidade holandesa de Amesterdão e a capital portuguesa. Ainda hoje, não se sabe o que aconteceu ao companheiro de Gago Coutinho e tio-avô de Paulo Portas, a quem o Expresso pediu um sms.

Os muros do mundo

Novembro relembrou-nos os muros que caem, mas também os que permanecem e os que se expandem. Berlim aproximou-se de si própria há 25 anos, mas há muros que continuam a desaproximar. Esta é a história de sete deles - diferentes, imprevisíveis, estranhos.

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola. Em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

O papa-medalhas que veio do espaço

O atleta português mais medalhado de sempre, Francisco Vicente, regressou dos campeonatos europeus de veteranos, na Turquia, com novas lembranças ao pescoço. Três de ouro e duas de prata para juntar à coleção. Tem 81 medalhas, uma por cada ano de vida.

Terror religioso está a aumentar

Relatório sobre a Liberdade Religiosa é divulgado esta terça-feira em todo o mundo. Dos 196 países analisados, só em 80 não há indícios de perseguições motivadas pela fé.

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.


Comentários 68 Comentar
ordenar por:
mais votados
Em todos os tempos e em todos os países houve
sempre traidores que se prestam a assumir funções e a tomar atitudes lesivas do interesse nacional e da sua própria dignidade. Em 1939 os exércitos de Hitler invadiram a Polônia, tendo como conseqüência a deflagração da Segunda Guerra Mundial. Inglaterra e França foram as primeiras nações a declarar guerra à Alemanha. Menos de um ano depois, o exercito francês foi capitulado, obrigando à redenção total da França ante ao regime nazista.
  Humilhada, a França, através do marechal Philippe Pétain, assinou o acordo de rendição à Alemanha, sendo dividida em duas zonas principais: ocupada e não ocupada. A chamada França ocupada, que consistia na parte norte e ocidental, toda a costa do Atlântico Norte e a capital Paris, passou a ser controlada diretamente pelo regime nazista; o restante do território seria administrado por um suposto regime livre, liderado por Pétain, com capital na cidade de Vichy. Surgia o Estado Francês, vulgarmente chamado de França de Vichy, ou República de Vichy.
Re: Em todos os tempos e em todos os países houve
Meu caro. Tdo o que todos nós escrevemos tem a
Re: Meu caro. Tdo o que todos nós escrevemos tem a
Éu de memória sei alguma coisa por alto, mas para
Re: Éu de memória sei alguma coisa por alto, mas p
Correção : ... agora o Hollande assumiu...
Re: Éu de memória sei alguma coisa por alto, mas p
Meu caro Goodwaves. Aui tem só um cheirinho. ehehe
Re: Meu caro. Tdo o que todos nós escrevemos tem a
Re: Meu caro. Tdo o que todos nós escrevemos tem a
Re: Meu caro. Tdo o que todos nós escrevemos tem a
Re: Meu caro. Tdo o que todos nós escrevemos tem a
Re: Meu caro. Tdo o que todos nós escrevemos tem a
Re: andas a gozar com as pessoas?
Obrigado pelo conselho. Vou-me inscrever na
Já que a França reconheceu o seu crime

Já que a França reconheceu o seu crime é hora dos franceses pagarem as indenizações devidas aos descendentes das vítimas...

Mais dinheiro para os judeus?
Re: Mais dinheiro para os judeus? Sim...
E Portugal tem de pagar aos Árabes...
Re: E Portugal tem de pagar aos Árabes...
Re: E Portugal tem de pagar aos Árabes...
Re: Mais dinheiro para os judeus?
Re: Já que a França reconheceu o seu crime
Re: Já que a França reconheceu o seu crime
Re: Já que a França reconheceu o seu crime
Re: Já que a França reconheceu o seu crime
Reconhecimentos
Curiosa a referência a Mitterrand. Como podia ele reconhecer a sua própria obra ??

Uma das mais vergonhosas fases da história francesa.
  Desde o exército, que se rendeu sem combater, até à maioria da população, que aplaudiu o invasor. Tentou branquear-se a traição, empurrando para Petain , mas todos os documentos o desmentem. Os nazis foram recebidos com aplausos.
Só após a invasão da URSS e por ordem de Satlin, o PC francês organizou a resistência, até aí uma bizarria de gaullistas..

As FA francesas mancharam a honra militar de modo permanente. Ainda hoje, nas academias de todos os países, são referidos como poltrões, com generais a dezenas de quilómetros das frentes, em banquetes com os melhores cozinheiros parisienses, os primeiros a serem mobilizados.
Não têm um único general morto em combate......
Re: Reconhecimentos
Re: Reconhecimentos
Re: Reconhecimentos
Re: Reconhecimentos
Re: Reconhecimentos
Re: Reconhecimentos
Re: Reconhecimentos
Resposta ao meu caro LeggoScrivo e outros ....
Meu caro. Tudo o que todos nós escrevemos tem a ver com as nossa leituras no passado. Até com os grandes escritores isso acontece. Agora quando eu me sirco de textos (copy//paste) a minha intenção é divulgar factos ou ideias com que eu me reconheço. Julgo que é enriquecedor para todos, orque penso que deve haver varias visões das coisas. Agora tem razão eu não divulgar as fontes. Mas a maior parte das vezes é em enciclopedias. Não possoser muito condenado porque não ganho nada com isso. Simplesmente me divirto....
Re: Resposta ao meu caro LeggoScrivo e outros ....
E porque não repara que muitos jornais da nossa
Re: E porque não repara que muitos jornais da noss
és um palhaço...UM PALHAÇÃO TRISTE
Ena tantos que se foram inscrever para me cercarem
Hollande esteve bem.
É óbvio que Hollande não fez mais do que pedir desculpas pelo comportamente hipócrita de François Mitterrand que foi agente Regime de Vichy e colaboracionista do nazismo.
A França sempre teve um comportamento dúbio nesta coisa afrontar Alemães, venham esles da direita ou da esquerda..
Foi assim com Petain, foi assim com Mitterrand e Sarkozy, espero que não seja assim com Hollande.
Para além do amor platónico entre Merkl e Sarkozy não nos esqueçamos do amor comercial (luvas, pagamentos da TOTAL) entre Helmut Kohl e Miterrand. Apesar de partidos diferentes, amores incontornáveis.
Afinal e sempre ele, mais uma vez, a admiração de Sócrates por Sarkozy.
Qual deles o mais pigmeu!!
Re: Hollande esteve bem.
Re: Hollande esteve bem.
NEM SÓ
Por cá temos um que recolhe reformas e subsídios, e outros que fogem para paris com o produto do EUROMILHÕES?.
Sim a França é muito culpada como certos pretugueses oportunista e vigaristas.
PS= ATENÇÃO ÀS LAVANDARIAS INDUSTRIAIS.
Re: NEM SÓ
Re: NEM SÓ
Se é assim...

"Foram assassinados pelo único motivo de serem judeus", afirmou hoje, em Paris, o chefe de Estado...

Se é assim, e foi reconhecido... É a hora da França começar a indenizar as vítimas... Urge pagar, não devem demorar... É só calcular e pagar... Sem mais delongas...

Ainda mais por ter sido um crime hediondo contra a humanidade...
Haja pachorra !!!

Leio os comentários e, de imediato, fico com uma certeza: são feitos na generalidade por quem não lê outra coisa que a Bola, ou por simpatizantes de regimes de Direita, mesmo que dura, com ódio visceral a qualquer socialista.
Da História da 2ª Guerra e da participação francesa é que não percebem patavina.

Mitterand foi prisioneiro de guerra. Evadiu-se.

Mitterrand foi nomeado Comissário para os prisioneiros de guerra e, foi nessa qualidade que teve contactos com o regime de Vichy.

Mitterrand organizou grande parte da resistência que não estava sob a alçada de comunistas. Existiam mais de 20 movimentos de "maquisards".

Mitterrand exilou-se em Londres, mais tarde em Argel.

Mitterrand foi reconhecido e medalhado pelo General De Gaulle, como o francês que mais informação tinha passado a toda a resistência.

Mitterrand foi sim um infiltrado, beneficiando das suas origens da burguesia francesa, esta sim, adepta de boches e de uma Europa que falasse alemão, como tantos dos comentadores que por aqui pastam !!
Re: Haja pachorra !!!
Re: Haja pachorra !!!
Re: Haja pachorra !!!
Re: Haja pachorra !!!
Re: Haja pachorra !!!
Re: Haja pachorra !!!
Re: Haja pachorra !!!
Re: Haja pachorra !!!
Re: Haja pachorra !!!
Re: Haja pachorra !!!
Re: Haja pachorra !!!
Vão receber ao Madoff
Ao Goldmann Sachs
ao Lehmann Brothers
etc.
Todos eles proxenetas judeus!
Re: Vão receber ao Madoff
Quais foram o resultado dessas eleições?
Re: Quais foram o resultado dessas eleições?
E Portugal também pode pedir desculpas!
O Cavaco podia aproveitar a onda Hollande e pedir desculpas as Judeus que foram perseguido em Portugal pelo D.ManuelI no sec.15 que os explusou e eles fogiram para a holanda ou brasil, mais tarde também os portugues também os expulçaram do brasil e fugiram para os USA onde fundaram Nova Iorque, não obstante disto o foram judeus que tiveram um papel importante para os descobrimentos Portugues com contribuições em varias areas do conhecimento como cartografia alias a escola de sagres tinha importante e discivos Mestres judeus, E na 2 guerra mundial muito ouro judeu veio para portugal. E por isso ficava bem ao Presidente e a igreja catolica reconhecerem as persiguições aos judeus e pedirem desculpas!
E Portugal Também!!
O Cavaco podia aproveitar a onda Hollande e pedir desculpas as Judeus que foram perseguido em Portugal pelo D.ManuelI no sec.15 que os explusou e eles fogiram para a holanda ou brasil, mais tarde também os portugues também os expulçaram do brasil e fugiram para os USA onde fundaram Nova Iorque, não obstante disto o foram judeus que tiveram um papel importante para os descobrimentos Portugues com contribuições em varias areas do conhecimento como cartografia alias a escola de sagres tinha importante e discivos Mestres judeus, E na 2 guerra mundial muito ouro judeu veio para portugal. E por isso ficava bem ao Presidente e a igreja reconhecerem as persiguições aos judeus
Hollande e os encantos de Merkel
Aos bochechos Hollande vai-se rendendo à Realpolitik alemã de Merker e do eixo franco-alemão. Como não poderá realizar o lírico programa socialista com que não ganhou as eleições, porque foi Sarcozy que as perdeu, passa o tempo em rnaugorações sobre o passado franco-alemão. Enfim, Hollande esconjura fantasmas franco alemães para coabitar em paz com o novo eixo franco-alemão sobre o qual a Europa terá que rolar melhor!
Coisas de alguns
O Pai de André Citroen desistiu de ser Judeu porque isso só lhe trazia problemas, e nem sequer estávamos ainda na 1º guerra... judiar não é lá muito Francês...
Comentários 68 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador

PUBLICIDADE

Pub