Anterior
Corte na Função Pública é feito às cegas
Seguinte
Setembro: o mês das decisões na Europa?
Página Inicial   >  Opinião e Blogues  >  O Expresso na SIC Notícias  >   Há soluções para descer o preço dos combustíveis

Há soluções para descer o preço dos combustíveis

A nova estratégia do BCE contra a crise da dívida pública, o  aumento do desemprego em Portugal e os combustíveis em máximos históricos são analisados por João Palma-Ferreira, jornalista do Expresso, no Jornal de Economia da SIC Notícias.
|

Opinião


Multimédia

Cheesecake com manjericão e doce de tomate

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 40 Comentar
ordenar por:
mais votados
Não soluções
Haverá mas são não soluções.
Porque não se podem aplicar. Porque não pode ser. Porque os estados modernos e de acordo com a praxis moderna, não lhe chamaria sequer ideologia, só estão aí para acartar com os custos sociais e no processo ir acabando com eles pois obviamente ninguém consegue ter só despesas e não ter proventos.
Haveria soluções mas isso implicaria que os accionistas privados da Galp não estarem espremer directamente para o seu bolso os proventos da sangria à população e à economia do país.
Mas isso não pode ser porque não é moderno. Moderno é privado. Privado é caro. O caro não é barato.
Re: Não soluções
Re: Não soluções
Re: Não soluções
Re: Não soluções
Re: Não soluções
Re: Não soluções
Re: Não soluções
Re: Não soluções
Re: Não soluções
Re: Não soluções
Re: Não soluções
Re: Não soluções
Re: Não soluções
Re: Não soluções
Re: Não soluções
Re: Não soluções
Re: Não soluções
Re: Não soluções
ha-solucoes-para-descer-o-preco-dos-combustiveis
ALERTA AO EXPRESSO.

Já não é a primeira vez e acontece com alguma frequência, que o vídeo desta rubrica não se consegue ouvir, a não ser no pára arranca. Deixo o alerta para que sejam tomadas as medidas que acharem convenientes.
Re: ha-solucoes-para-descer-o-preco-dos-combustive
Re: ha-solucoes-para-descer-o-preco-dos-combustive
Porra!!!

Porra!! O homem é um gênio... Deu no FaceBook!!!

Ah!! Se não fosse esse FaceBook, estaríamos fritos!!!
Gostei dessa ! - Porra!!!
A solução é nacionalizar em 51% a Galp para a
colocar ao serviço do País e dos cidadãos...
Re: A solução é nacionalizar em 51% a Galp para a
Re: A solução é nacionalizar em 51% a Galp para a
Re: A solução é nacionalizar em 51% a Galp para a
Re: A solução é nacionalizar em 51% a Galp para a
Nunca é demais iinsistir....
A catastrofe que nos assola com o aumento das desigualdades e pobreza, limitamo-nos a comentar noticias orientadas que só servem para manter uma situação preversa que a nada conduzem. Seria mais importante o debate de alternativas a esta situação e não insistir no ridículo de manter este sistema de ditadura de mercado defendida por politicos ao serviço de interesses que não são os dos cidadãos, mas com interesses transnacionais, para além dos deles próprios, que dominam a actividade económica e os meios de comunicação social. São predadores implacáveis, sendo as presas os cidadãos incautos. Subtraiem ao povo para adicionar à Banca, perante a passividade dos inocentes, O mais preocupante não é a acção dos maus, mas o silêncio dos bons. Assiste-se ao desmantelar e desintegrar da identidade nacional e da prória civilização, ao definhar da Cultura com o advento deste sistema únicamente por razões ideológias ultra liberais. Está a ser corroida de forma larvar os fundamentos da Democracia,transformada em inimiga do povo e não um poder dele emanado. O Parlamento não é mais do que uma central de negócios. Portanto é urgente resistirmos ao pensamento único que nos querem impôr. Mas a primeira condição para alterar a realidade consiste em conhecê-la bem como as alternativas. É difícil, mas possivel com uma crescente consciencialização das populações,dado o assalto feito à comunicação social. Instalou-se uma estranha Democracia onde o Socialismo democratico ainda é a única ...
Re: Nunca é demais iinsistir....
!
Soluções haverá só que elas nunca se vêem!!
Liberalização só serve para encher petrolíferas
Esta liberalização só serve para encher as petrolíferas e os seus accionistas.

Para que serve as entidades reguladoras ?

Para nada , só serve para enganar pacóvios e para englisber , porque nunca regularam nada , só servem para dar tachos a boys.
Aliás a instituição destas entidades reguladoras só serviu para servir de desculpa e capa à liberalização destes produtos , porque estas entidades reguladoras não regulam nem vêm nada , não passam de verbos de encher e que custam bem caro aos contribuintes portugueses.

"Gasolina já subiu 39 vezes este ano e desceu apenas duas

A gasolina e o gasóleo estão 2 cêntimos mais barato desde a meia-noite. Os consumidores agradecem, mas acreditam que os combustíveis vão voltar a subir em breve. A gasolina já subiu 39 vezes este ano e desceu apenas duas".

sicnoticias.sapo.pt/economia/article1491536.ece
Já dizia o Borges...
20 % de desemprego é o ideal, mas não é possível em democracia, tem razão, o desemprego vai chegar aos 20 % e Portugal não é uma democracia, tudo certo, bravo, conselheiro Goldman do idio... perdão do 1º Minis..., espécie de, enfim, aquilo...
Porra !!!
O comentário deste individuo , vale tanto como uma voz de burro !!!
Já cansa !
Vocês não percebem nada disto!
Re: Vocês não percebem nada disto!
1,5 EUR?
Uma novidade a estes senhores:
Se o gasóleo chegar a 2 EUR/l as empresas de transporte continuam a funcionar.
Se o gasóleo chegar a 10 EUR/l as empresas de transporte continuam a funcionar. E continuam com lucro.
É óbvio que quem se lixa é o consumidor, que tem de pagar todos os custos de transporte. Mas as empresas de transporte fazem-se de coitadinhas.
Como se ganham votos com demagogia
Durante a governação anterior, Paulo Portas muito insistiu no sentido duma redução de preços dos combustíveis. Está há um ano no governo e os combustíveis cada vez sobem mais
Comentários 40 Comentar

Últimas

Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub