27
Anterior
TIC mantém aposta no recrutamento
Seguinte
Ações do Facebook caem em Wall Street
Página Inicial   >  Economia  >   Greve vai parar Metro de Lisboa

Greve vai parar Metro de Lisboa

Os trabalhadores voltam a protestar esta terça-feira contra as medidas do Governo
|

O Metropolitano de Lisboa prevê a paralisação da circulação na terça-feira, entre as 6h e as 10h, devido à greve parcial convocada pela Federação de Sindicatos de Transportes e Comunicações (FECTRANS).

A empresa refere em comunicado que "o serviço será normalizado a partir das 10h30".

Este é o segundo período de greve em menos de uma semana - o anterior ocorreu no passado dia 17 com adesão de 100%, de acordo com o sindicato.

A greve da FECTRANS afeta os trabalhadores em geral, entre as 5h30 e as 10h, enquanto os funcionários administrativos, apoio e técnicos superiores, têm paragem prevista a partir das 8h até às 12h.

Os trabalhadores lutam "contra os roubos dos seus salários, subsídios de férias e de natal e pela manutenção dos postos de trabalho", de acordo com uma nota do sindicato, que menciona ainda que a "luta encerra um conjunto de problemas colocados aos passageiros que assentam em mentiras sucessivas do Governo".



Opinião


Multimédia

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola, em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

Costeletas de borrego com migas de castanhas

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

Strogonoff de peixe espada preto

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Caril de banana

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Cantaril com risotto de espargos

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.


Comentários 27 Comentar
ordenar por:
mais votados
Então o que é que os ultras têm q dizer?..
CGTP quer taxa na bolsa a financiar subsídio de desemprego. A CGTP vai apresentar amanhã ao governo uma proposta que visa a atribuição do subsídio social de desemprego a todos os desempregados sem proteção social.
A greve é um direito inalienável numa sociedade
democratica capitalista, que mesmo que possa provocar algum desconforto devia ter a solidariedade de todos os trabalhadores, sem egoísmos...
Inalienável na "democracia capitalista" porque...
ora ai esta como se responde aos ..do antigamente
Re: A greve é um direito inalienável numa sociedad
As greves patrioticas dos "comunistas"
Começa a chegar a altura dos utentes se revoltarem contra os "comunistas" do costume.
Re: As greves patrioticas dos
Re: As greves patrioticas dos
Gozar com o pagode.
Os trabalhadores com menor escolaridade que mais recebem no país fazem greves, dia sim, dia não. Isto vai bem, vai...

É pena os políticos não precisarem de andar de metro para resolverem o assunto. É mesmo pena.
QUANDO É QUE AS TRANSPORTADORAS ACORDAM!
Os tempos dos previlégios e regalias de toda a espécie já acabaram! Não faz sentido o contribuinte continuara a sustentar esta corja de chulos. Privatize-se e depois lgo veêm como é!
Olho da Rua!!! Jááááá
Cada trabalhador do metropolitano devia ter o ordenado creditado num cartão e, ao minuto!

De cada vez que começasse a trabalhar, começava a ganhar.

Mal terminasse as suas funções, não recebia nem mais um cêntimo.

E os que lá se encontram actualmente e fazem a porcaria das greves, deviam ser despedidos, sem apelo, nem agravo e também não deviam ter direito a subsídio de desemprego!

Querem trabalhar ou brincar?

Pelos vistos ninguém manda naquela casa!

Cada um faz o que quer!

Por ali campeia a degradação imposta pelos nojentos sindicatos comunistas!

Devem querer rebentar com aquela companhia!

Devem queres rebentar com a paciência dos lisboetas!

Chega a parecer a América latina!

Está o metropolitano a concorrer com o porcalhão do Hugo Chavez!

Mas, meu Deus, porque é que não os põem imediatamente no olho da rua?

Porque é que não se usa o despedimento colectivo?

Existem muitas pessoas nesta Nação a precisar de trabalho, e os cães danados, os vermelhos, os anarquistas, a extrema-esquerda é que mandam nas empresas deste país?

E, qual multidão de cobardes, ninguém faz nada?

Ninguém toma uma atitude?

A polícia não lhes passa com o cassetete pelo lombo?

E estragam a vida a dezenas de milhares de utentes?

Mas que cavalagem anda ali à solta? Que bestas? Que montouro de bosta é aquele?

Ruaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
Re: Olho da Rua!!! Jááááá
Re: Olho da Rua!!! Jááááá
Re: Olho da Rua!!! Jááááá
Re: Olho da Rua!!! Jááááá
Greve no metro
Esta gente ainda não entendeu que, actualmente, fazer greve é hipotecar o futuro da empresa e do próprio país. De onde julgam que vem o dinheiro? Não cai do céu meus senhores! Cada greve, enquanto durar a assistêncoa "troikana" é dar tiros nos pés e, já agora, no meu bolso e dos restantes contribuintes, pois em nada se alterará o programa de assistência com a sua luta que apenas prejudica colegas trabalhadores, que tanto invocam os mentores da dita.
Se é uma questão política, respondam nas próximas eleições.
Trabalhem, que o país agradece!
Re: Greve no metro
só por cá
por acaso alguém sabe quanto aufere um maquinista do metro, entre susidios, suplementos e o raio q os parta? eu sei e digo-vos---nem queiram saber.
... e alguns nem a escolaridade obrigatória possuem
Re: só por cá
Re: só por cá
Re: só por cá
¨faz falta avisar malta¨
Mais perto da França e mais longe da Grécia!
Aqui há uns meses atrás éramos colocados no mesmo saco da Grécia, depois mudaram-nos para o saco da Espanha e hoje em dia se repararem nem falam tanto do nome de Portugal quando se fala em bancas-rotas.

O desemprego subiu em flecha é uma realidade, e é um drama catastrófico para os país que não têm apoios sociais. Deve ser horrível ver os filhos abrir o frigorífico vazio.

Mas Portugal melhorou e este governo tem mérito nisso.Porque tem.

No entanto e apesar de tudo ainda existe quem é Portugal não queira perder o estatuto de senhor feudal e todos pagamos.

Quando se fala em reformas estruturais o coro das vozes é rapidamente engrossado, mas depois quando é para colocar em prática, cada um tenta agarrar-se o mais que pode ao que julga seu por direito.

Eu não sou da cor do PSD, laranja, sou da cor verde e vermelho, Portugal, e sei que infelizmente muita gente está passando fome, porque está, mas negar a razão por clubismos políticos irá trazer custos muitos elevados.

ps:Aviso cuidado com um nic que anda por aqui chamado Ilegalalien, não lhe forneçam dados pessoas com a desculpa de encontros, não aparece, não fornece dados dele e só vos traz problemas!
São os patriotas da CGTPdopcp
São os patriotas da CGTPdopcp, apoiada pelos comunistas do PCP/Bloco: sempre “ao lado povo” mesmo que prejudiquem o País e o povo…mais necessitado!
Re: São os patriotas da CGTPdopcp
privatizaçao é a soluçao
alem de que a empresa do metro ja deveria ter feito cursos para poder de um dia para o outro substituir tecnicos e maquinistas e outros afim de evitar a paragem total do metro e minimizar o prejuizo quer a utentes de passe pago quer à empresa e a economia nacional
  para quando a lei de medidas de excepçao de um pais em pre bancarrota.......ou so uns e que pagam a crise.
  salvem a naçao das garras desta esquerda odiosa e nojenta
Nas greves quem representa os utentes?
São os patriotas da CGTPdopcp, apoiada pelos comunistas do PCP/Bloco: sempre “ao lado povo” mesmo que prejudiquem o País e o povo…mais necessitado. Nas greves além das negociações entre o patão e o trabalhadordeveria haver o representante dos utentes.
Comentários 27 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub