30 de Agosto de 2014

Afinal, somos todos Keynesianos!

Aurora Teixeira |
Em 2005 a  Human Events  pediu um painel de 15 especialistas conservadores e líderes de políticas públicas para a ajudar a compilar a lista dos dez livros mais nocivos dos séculos XIX e XX. Dada a hegemonia evidente da filosofia neoliberal (i.e., liberalismo económico) a partir dos anos 70 do século XX, O Manifesto Comunista, de Karl ...

Portugal 'Pythonesque': um país de 'desenvolvimento muito alto'

Aurora Teixeira |
Foi publicada esta semana, pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, mais uma edição do  Relatório do Desenvolvimento Human o. De acordo com o mesmo, Portugal figurava, em 2013, entre os países com um nível de 'desenvolvimento muito alto', alcançando um valor de 0.82 no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) (sendo 1 o valor ...

O desejo

Aurora Teixeira |
"Aqueles que reprimem o desejo assim o fazem porque o seu desejo é fraco o suficiente para ser reprimido" (William Blake, O Casamento do Céu e do Inferno)   Nos últimos dias a (baixa) natalidade em Portugal foi praticamente reduzida a uma questão meramente económica. Os casais não têm (mais) filhos pois estamos em crise, o desemprego ...

Política II

Isabel Moreira |
Escrevo no dia em que trabalhadores se unem numa greve lutando pelos seus direitos, pelos que já perderam e pelos que veem ameaçados, como a contratação coletiva. A greve tem lugar num tempo que escutou o primeiro-ministro afirmar que respeita mais quem trabalha do que os que recorrem à greve. A inesquecível frase do homem que preside ao ...

Sobre a sustentabilidade das dívidas soberanas

Aurora Teixeira |
Nos anos mais recentes temos assistido a uma elevada turbulência nos mercados das obrigações das dívidas soberanas (i.e., dívidas assumidas ou garantidas por uma entidade soberana, um Estado ou o seu banco central). Embora as experiências tenham diferido, a tendência dominante na última década foi o acentuado aumento das dívidas soberanas ...

Todos no mesmo barco

Alexandre Abreu |
A narrativa da austeridade como desígnio nacional assenta na ideia que todos temos sofrido em resultado da crise e do processo de ajustamento. Será que é realmente assim?

Nó górdio

Alexandre Abreu |
A crise da economia portuguesa não é uma só; são várias. E é necessário compreendê-lo para que possamos começar a sair da situação em que nos encontramos.

Quando o IVA deixou de ser um imposto e a TSU deixou de sair do salário

Daniel Oliveira |
O governo não está a trabalhar em "medidas que incidam em matéria de impostos, salários ou pensões". A promessa era de Pedro Passos Coelho. Foi só há 15 dias. O que se anunciou na quarta-feira? Um aumento do IVA, que ao que parece deixou de ser um imposto. Será um contributo importante para mais algumas falências do pequeno comércio, para ...
Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub