27 de fevereiro de 2015

Tempo para quê?

Alexandre Abreu |
Em troca de cedências importantes em matérias de princípio, o governo grego ganhou algum tempo. A pergunta que se impõe é, por isso, "Tempo para quê?".
Prisão redentora

Prisão redentora

Rodrigo |
Visite os cartoons de Rodrigo publicados no Humoral da História . Rodrigo Cartoon publicado no caderno de economia do Expresso de 7 de fevereiro de 2015 Cartoon anterior: Bomba S Twitter: @RodrigoCartoon https://twitter.com/rodrigocartoon ...
Bomba S

Bomba S

Rodrigo |
Visite os cartoons de Rodrigo publicados no Humoral da História . Rodrigo Cartoon publicado no caderno de economia do Expresso de 31 de janeiro de 2015 Cartoon anterior: Robama dos Bosques Twitter: @RodrigoCartoon https://twitter.com/rodrigocartoon ...

2015: Céu nublado com algumas abertas...

Aurora Teixeira |
Na sua mensagem de Natal , Passos Coelho, primeiro-ministro de Portugal refere, metaforicamente, que os portugueses deixaram de enfrentar um horizonte de "acumulação de nuvens negras"... "o primeiro Natal desde há muitos anos em que temos o futuro aberto diante de nós". Não se fez esperar a reação dos partidos da oposição ...

Feriados e horas extras pagos a 100% a partir de janeiro

Elisabete Tavares |
O Governo não prolonga o corte de 50% no pagamento de trabalho suplementar ou prestado em dia feriado. Os patrões exigem contrapartidas já que o corte nas horas extra e nos feriados compensava a decisão de não baixar a TSU paga pelas empresas, avança o "DN". A CGTP diz que a medida vai criar mais emprego.

Afinal a troica está para continuar!

Paula Santos |
Todos ouvimos até à exaustão que teríamos uma saída limpa e que finalmente o país estaria liberto da troica. Mas após uma leitura da proposta de Orçamento de Estado para 2015, concluímos que é uma proposta que insiste na mesma política e no mesmo caminho percorrido nestes últimos três anos pelo Governo PSD/CDS-PP. É um orçamento da continuação ...

França e Itália não cumprem metas do défice. Porquê?

Paulo Barradas |
Nas últimas décadas muito se tem falado de Igualdade. Igualdade de género, de raça, de credo, de oportunidades. Mas esta tentativa de higienização social e económica tem demonstrado ser mais um meio do que um fim. Somos todos iguais, mas alguns são mais iguais que outros. Especialmente na União Europeia.
Ver mais
Receba a nova Newsletter
Ver Exemplo

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub