20 de outubro de 2014

Vamos ter dois dias com arte fora do stio

Expresso |
Haver artistas e espetadores fora da sua zona de conforto. E h acontecimentos nipnicos: demonstraes de "furoshiki origami", massagens shiatsu, reiki e cerimnias do ch. Mas tambmexibies de "karat shotokai" e "laido". Acontece em Matosinhos.

O estranho caso da bandeira nacional enforcada

Henrique Monteiro |
Enforca-se uma bandeira, como forma de arte, e vai-se a tribunal. Mas desatar aos berros no meio da cerimnia militar do 10 de Junho ou a polcia forar a escadaria do Parlamento considerado normalidade democrtica...
Dinheiro: a nobre arte de investir

Dinheiro: a nobre arte de investir

Joana Madeira Pereira |
Este pode ser o ano da recuperao do mercado das artes plsticas: obras de notveis disposio, preos mais baixos, galerias e leiloeiras em concorrncia aberta. Mas preciso saber escolher e evitar pagar a mais

Trabalhar aquece?

Ftima Pinheiro |
Quero ver outra vez a pera Banksters, de Joo Botelho, que foi a Vasco Graa Moura "esculpir" o texto. Nela como se estivessemos a ver um filme assinado Botelho, mas em carne e osso, corpo-a-corpo. As "peras" que ele incarna nas suas "telas", mas agora como pera mesmo. Se calhar verdade a teoria de que a pera a arte mais completa. ...

Otelo e Caetano beijam-se 40 anos depois do adeus: "sublime recordao"

Ftima Pinheiro |
Eduardo Loureno foi convidado a participar no painel final da conferncia sobre a ditadura, que h dias teve lugar na Gulbenkian, como aqu i referi. Cabia-lhe apresentar os ex-presidentes Jorge Sampaio, Ramalho Eanes e Mrio Soares. "Eles no precisam de apresentao. Eu que precisava que me apresentassem....a mim mesmo." Por isso ...

Lus Miguel Cintra: mentira nos cargos de poder?

Ftima Pinheiro |
"Como resposta ao desafio do Teatro So Luiz de criao de um espetculo que pudesse ser pertinente nas datas em que deveria ser apresentado, o 40 aniversrio do 25 de Abril de 1974, e semelhana do que Pasolini fez com o seu Plades, resolvemos adaptar a traduo de Frederico Loureno do on de Eurpides (...) Com as histrias da ...

peras h muitas?

Ftima Pinheiro |
Haver h. Ontem fui a uma intitulada "Poliuto", no Teatro Nacional S. Carlos. No fazia ideia que existia. No de estranhar, no percebo muito do assunto. Nem me importa que assim seja. Sou uma espcie de apanha bolas. E aceito os desafios que me aparecem. Gosto tanto de uma pera como de um pssaro a "desafinar" no ramo da rvore mesmo ...

Do livro "Luz e lata": Mel Gibson e Diogo Morgado

Ftima Pinheiro |
Agora, enquanto revia os textos para o livro de crnicas "Luz e lata" (2013-2014), encontrei muitos que mantem a sua oportunidade e atualidade. Como este sobre a Pscoa. Agora, que Diogo Morgado o Ai JESUS da Pscoa de 2014, numa sala perto de si... "Diogo Morgado agora o "ai Jesus!" das Oprah e dos nossos jornais. O que nacional ...

Martim Areal Sanches: o sentido das "formas" muito bom!

Ftima Pinheiro |
Desafiaram-me h dias a ir ver a primeira Exposio de Martim Areal Sanches:A PRECISE SENSE OF FORM. Para mim foi surpreendente: simplicidade, luz, profundidade, rigor; numa palavra beleza. Porque a minha praia a Fenomenologia, porque o pai dela se chama Husserl e, entre outros, tem um livrinho chamado "A Filosofia como Cincia do ...
Ver mais

Edio Diria 17.Abr.2014

Leia no seu telemvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub