28 de novembro de 2014

Ai se eu fosse professor!

Paulo Barradas |
Quantas boas e más memórias de professores influenciaram as nossas vidas positiva e negativamente, ainda que não respectivamente? Quantos professores foram decisivos para sermos o que somos hoje, para o bem e para o mal?

Educar: onde fui arranjar os pés?

Fátima Pinheiro |
Exercer uma influência, eu? Não, o que quero é compreender. A necessidade de compreender tomou conta de mim muito nova. (Hannah Arendt) Um dos meus temas é a educação. Sempre lidei com ela: dos meus alunos aos meus mais próximos. Tem andado na rua por estes dias, nunca vai de férias e "começa" em mim. O "segredo" está no que se entende ...

Afinal as datas dos exames podem mudar

Ricardo Costa |
Não tenho qualquer simpatia por greves marcadas para dias de exames. São greves que afetam de forma desproporcionada uma "terceira parte" - neste caso os alunos -, porque têm um efeito em cadeia no calendário. É por isso que acho que Mário Nogueira não foi inteligente na gestão da greve, o que não é especialmente uma novidade. Mas a falta ...

Esta greve é sujinha, sujinha

Henrique Raposo |
Mesmo que tivessem razão, os sindicatos dos professores perderiam essa razão a partir do momento em que marcassem uma greve para um dia de exames fundamentais para o futuro dos alunos. Foi isso que aconteceu. Usar os alunos como reféns é sujo. Sim, esta greve é sujinha, sujinha. É inaceitável que os professores usem os alunos ...
Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub