18 de abril de 2014 às 22:01
Palavras-chave - 

luis freitas lobofeed rss

Página Inicial
Pág. 1 de 5  1 | 2 | | 3 | | 4 | | 5 |
Ver 10, 20, 50 resultados por pág.

Sem estrada para Lisboa, longe da ventania desmesurada

António Tavares-Teles| 1
À beira-mar, a mesma praia deserta, o chiringuito à mão e os amigos que, quando podem ou lhes apetece, aparecem: do exterior, mais nada. No interior, alguma pintura, os livros, os discos, os filmes e uma escrita ou outra, de vez em quando. E no alpendre frente ao mar, um copo e um puro, ao fim-da-tarde, noite dentro, enquanto a Sónia já dorme ...

D. Afonso Henriques, Jesus Cristo e os feriados

António Tavares-Teles (www.expresso.pt)| 8
Bitaites  Ao mesmo tempo que o Papa quer que se mantenham os feriados religiosos do 15 de Agosto e do 1º de Novembro, Ribeiro e Castro quer a mesma coisa para o 1º de Dezembro, dia da Restauração. Que o deputado do CDS quisesse o da Fundação da nacionalidade, por mais que, no fundo, ninguém lhe conheça a data precisa com a entrada a cavalo ...

As substituições não são 'ciência oculta'

Luís Freitas Lobo (www.expresso.pt)
Existe a convicção de que, no jogo, os treinadores só podem mesmo obter prestígio através dos seus jogadores. A responsabilidade do técnico é, pois, prévia. Decidir o plano de jogo e saber gerir o seu desenrolar para, em cada um desses momentos, antes e durante os 90 minutos, escolher os melhores... jogadores para o executar. Existe, pois, a ...

O futebol primeiro do que a ciência

Luís Freitas Lobo (www.expresso.pt)| 1
O futebol está, cada vez mais, invadido por estudos científicos, que, nalguns casos, quase o tornam numa espécie de 'Matrix' com bola. O jogador é o objeto de investigação. O Real Madrid esbraceja nas duras canchas espanholas para impor o seu jogo frente a adversários que sabem jogar nos subterrâneos táticos do relvado ('o lado sujo do jogo', ...

A vantagem de ser 'vagabundo'

Luís Freitas Lobo (www.expresso.pt)
É humano nos desejos, é sobrenatural nas exigências. Nós esperamos do jogador de futebol que ele transcenda os limites do real. Queremos que ele seja capaz de abrir caminhos, desafiar a lei da gravidade, transformar a bola num ser obediente. O jogo (relva, tática e bola) não é, no entanto, assim tão surreal. Pelo contrário. Por vezes é mesmo ...

A importância de ser o centro do mundo

Luís Freitas Lobo (www.expresso.pt)
A relação do jogador de futebol com o banco de suplentes nunca foi fácil. Para o seu ego em permanente ebulição, essa presença sempre foi uma terrível ameaça. Rouba-lhe a bola dos pés, obriga-o a ver o jogo com o nariz quase ao nível da relva. A sensibilidade futebolística tem pontos de atração essencialmente particulares. A equipa é 'apenas' ...
Pág. 1 de 5  1 | 2 | | 3 | | 4 | | 5 |
Ver 10, 20, 50 resultados por pág.

PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub