1 de outubro de 2014

O bailarino de Mourinho

Henrique Raposo |
Juro que tentei ver o jogo como um sportinguista, mas deparei-me com uma série de dificuldades. Para começar, é difícil torcer por uma equipa que tem um acidente geológico como central (Sarr). Em segundo lugar, a outra equipa era liderada por um dos meus fetiches, José Mourinho, o tipo que dá lições de táctica enquanto conversa ...

Sporting e FC Porto: duas sucursais do Carnide

Henrique Raposo |
É sempre muito comovente ver um Sporting - FC Porto. Sim, comovente. Este é o jogo em que estas duas garbosas equipas negam a sua natureza, contorcendo-se como personagens de romance russo. Parecem Raskolnikovs de chuteiras e brinco na orelha. Mas qual é a sua natureza? Simples: gozar com o clube de Carnide, humilhar aquela ...

A culpa é sua, e não de Paulo Bento

Henrique Raposo |
Sim, Paulo Bento é a personificação da teimosia, mas ele é apenas a ponta deste iceberg futeboleiro-patriotista. A actual base de recrutamento é uma anedota quando comparada com o lote de jogadores que tivemos nos anos 80, 90 e 2000. Chalana, Figo e Deco lideraram constelações de jogadores talentosos. Ronaldo está sozinho. Não ...
Cabeça-de-Bento

Cabeça-de-Bento

Rodrigo |
Visite os cartoons de Rodrigo publicados no Humoral da História . Rodrigo Cartoon anterior: Almofadívida Twitter: @RodrigoCartoon https://twitter.com/rodrigocartoon Facebook: RodrigoCartoon http://www.facebook.com/myeditorialcartoons

Paulo Bento: bom rapaz, mau treinador

Henrique Raposo |
Antes do Mundial, escrevi uma crónica sobre a biografia de Paulo Bento. Por duas razões. Em primeiro lugar, a história da sua ascensão interessa-me enquanto relato quase literário da vida em Lisboa e arredores nas décadas de 70 e 80. Paulo Bento (n.1969) começou por baixo, num clube de bairro chamado Académico de Alvalade. Os ...

Os milhões desperdiçados que não incomodam ninguém

Henrique Monteiro |
Num país onde os salários de gestores públicos e privados são alvo de escrutínio e escândalo, onde jornais consideram 'milionárias' retribuições de cinco mil euros, há uma atividade, fortemente subsidiada pelo Estado que gasta milhões a pontapé e que parece nada nem ninguém incomodar. Já perceberam - é o futebol!

A dentada de Suarez faz falta

Henrique Raposo |
Além de irritante, a FIFA é pudica. E um gajo ainda aguenta os irritantes, os pudicos é que não dá mesmo. Por vezes, a FIFA até parece um convento de carmelitas. Qual freira escandalizada, esta holding-que-finge-ser-ONG proíbe que os jogadores dispam as camisolas no calor dos festejos. Jogador de tronco nu e aos pulos é ...
Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub