46
Anterior
Portimão: Derrocada na praia do Vau
Seguinte
Advogado de Isaltino desconhece decisão do Tribunal
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   França proíbe véu islâmico

França proíbe véu islâmico

Toda a direita votou a favor do projeto de lei que proíbe o véu islâmico em espaços públicos. Socialistas, comunistas e verdes recusaram participar na votação.
Lusa |
O Conselho de Estado, a mais alta jurisdição do país, emitiu reservas sobre uma proibição generalizada do véu islâmico
O Conselho de Estado, a mais alta jurisdição do país, emitiu reservas sobre uma proibição generalizada do véu islâmico / Yves Herman

O parlamento francês aprovou hoje, em primeira leitura e por esmagadora maioria, o projeto de lei que proíbe o véu islâmico integral em espaços públicos.

O texto foi aprovado por 335 votos e um contra na Assembleia Nacional, câmara baixa do parlamento francês.

Toda a direita votou a favor. Se bem que contrárias ao uso do niqab e da burqa, quase toda a oposição (socialistas, comunistas e verdes) recusaram participar na votação.

O governo espera agora que o texto seja adotado em setembro no Senado, câmara alta do parlamento, o que permitirá, em teoria, uma rápida entrada em vigor.

O Conselho de Estado, a mais alta jurisdição administrativa do país, emitiu reservas sobre uma proibição generalizada, incluindo na rua, que considerou sem fundamento jurídico incontestável, recomendando a limitação da proibição a alguns locais públicos (serviços administrativos, transportes e comércios).


Opinião


Multimédia

Lombinho de porco com broa e batata a murro

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Desaparecidos para sempre no Mar do Norte

O dia 15 de novembro já foi feriado, há 90 anos. A razão foi o desaparecimento de Sacadura Cabral algures no Mar do Norte. Depois de fazer mais de oito mil quilómetros de Lisboa ao Rio de Janeiro, o aviador pioneiro não conseguiu completar o voo entre a cidade holandesa de Amesterdão e a capital portuguesa. Ainda hoje, não se sabe o que aconteceu ao companheiro de Gago Coutinho e tio-avô de Paulo Portas, a quem o Expresso pediu um sms.

Os muros do mundo

Novembro relembrou-nos os muros que caem, mas também os que permanecem e os que se expandem. Berlim aproximou-se de si própria há 25 anos, mas há muros que continuam a desaproximar. Esta é a história de sete deles - diferentes, imprevisíveis, estranhos.

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola. Em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

O papa-medalhas que veio do espaço

O atleta português mais medalhado de sempre, Francisco Vicente, regressou dos campeonatos europeus de veteranos, na Turquia, com novas lembranças ao pescoço. Três de ouro e duas de prata para juntar à coleção. Tem 81 medalhas, uma por cada ano de vida.

Terror religioso está a aumentar

Relatório sobre a Liberdade Religiosa é divulgado esta terça-feira em todo o mundo. Dos 196 países analisados, só em 80 não há indícios de perseguições motivadas pela fé.

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 


Comentários 46 Comentar
ordenar por:
mais votados
Não vou entrar na discussão por falta de tempo

Mas permito-me destacar a excelência dos discursos tolerantes proferidos por tantos cristãos.

São eles os primeiros a dizer que ficam muito ofendidos quando os ateus apontam o dedo às suas crenças, costumes, hábitos, rituais, etc., mas são eles os primeiros a demonstrar que, afinal de contas, o respeitinho pelas crenças alheias só se aplica a eles.

PS: não estou, neste caso, a criticar ou a defender a proibição de uso da burka; estou, apenas e tão só, a destacar a contradição evidente nos discursos de muitos crentes, para quem o respeito só se aplica às suas crenças, hábitos, costumes e rituais.
Re: Não vou entrar na discussão por falta de tempo
Re: Não vou entrar na discussão por falta de tempo
Re: Não vou entrar na discussão por falta de tempo
Re: Não vou entrar na discussão por falta de tempo
Acho mal...
Acho mal tanto imporem o véu em países árabes como a proibição em países ocidentais. Cada um tem direito ás suas crenças e costumes independentemente da região geográfica. Alias ofende alguém?? prejudica alguém? Então por que raio proibir a burga? Se o problema é a difícil identificação da pessoa então proibam todas as pessoas de andaram com a cara tapada e nao especificamente a burga...
Re: Acho mal...
A dignidade
De ser gente, não é para toda a gente!
MUITISSISSIMO BEM!
Acho MUITISSISSIMO BEM!!!
Tal como costumo dizer, a Democracia tem que se dar ao respeito! A Democracia, a República, não são o Cabaret da Coxa - e os deuses sabem que eu não sou contra cabarets...
ehehehehhe
Mas cada macaco no seu galho! Um Cabaret é um Cabaret, uma República é uma República! E num país e sistema politico que se dê ao respeito NINGUÉM pode circular de cara tapada nem se pode pactuar com conceitos anti-civilização! A civilização que é a nossa! Não se pode tolerar o intolerável. Isso da tolerância até nos comerem o rabo, é uma treta! Não é aceitável, não é tolerável que um sistema politico honrado e respeitável se vergue perante fundamentalismos medievais achicalhadores da dignidade humana!!! 'Aquilo' não se faz a um animal quanto mais a uma pessoa e por isso, NÃO SE PODE TOLERAR!!!
Re: MUITISSISSIMO BEM!
Mais nada....
Quem não se sentir confortavel mude-se .....que ninguem o convidou para estar na europa ....
Véu
E em pleno verão não vos digo o cheiro que essas senhoras deitam.
Fantasmas
Não sei se em França há bilhetes de identidade com foto. Se há, não sei como é que a esquerda que tanto medo tem do Islão resolvia o problema. Acabava com as fotos no BI para não ofender? Mandava fazer um boneco padrão que servia para todos os BIs das mulheres islâmicas? Gostava de saber.
Pois..
São questões de cultura, mas quando uma estrangeira vai a um destes paises ou coloca o veu ou é melhor apanhar o avião de volta, certo? Acho que temos de ser coerentes e se a França aprovou que em espaços publicos não há veus, não há e acabou e quem está mal muda-se...

Cumps
A Burqa e o Nikab...
...nada têm a ver com o Islão.

São vestimentas tradicionais e étnicas usadas em áreas restritas da Ásia,muito antes do advento do Islão.

Nenhuma muçulmana,segundo o Alcorão ou os Haddith são obrigadas a cobrir o rosto.
Basta investigar um pouco...!!!
Re: A Burqa e o Nikab...
Re: A Burqa e o Nikab...
Re: A Burqa e o Nikab...
voce ficou-se pela era antes de cristo...
Re: voce ficou-se pela era antes de cristo...
ja vi que a sua biblia e outra......
Re: ja vi que a sua biblia e outra......
Re: ja vi que a sua biblia e outra......
Ainda bem que adora ser parolo
Re: Ainda bem que adora ser parolo
Re: Ainda bem que adora ser parolo
Re: Ainda bem que adora ser parolo
Re: Ainda bem que adora ser parolo
Re: Ainda bem que adora ser parolo
Re: Ainda bem que adora ser parolo
Re: A Burqa e o Nikab...
Re: A Burqa e o Nikab...
FINALMENTE A CORAGEM DA DIREITA
finalmente foi preciso a direita estar no poder para pôr cobro a esta indignidade humana.

Finalmente posso ir ao supermercado de Évry sem o espectáculo degradante de mulheres embrulhadas em panos,como se fossem fantasmas.

Farto de árabes em França!!!!
Só quem vive junto deles se pode aperceber do barulho que fazem em casa,com música aos berros,festarolas ruidosas,sapatos à porta dos apartamentos dos andares,cheiros de comidas,roupas estendidas às janelas,assaltos,intimidação,carros queimados...

Fora com eles!!!!

BRAVO SARKO!!!!!
Re: FINALMENTE A CORAGEM politica....
Re: FINALMENTE A CORAGEM DA DIREITA
...
Apesar de achar hediondo o uso do véu completo, esta medida vai contra os direitos humanos de liberdade de credo.

Sim, esta lei é errado, e sim, eu faria o mesmo que os franceses.

Para se ter liberdade de credo também é preciso ter um credo minimamente racional. E como já disseram aqui: quem está mal que se mude.
Se a burqa é um atentado à "moral" ocidental
Eu pergunto qual é a moral ocidental, pois eu desconheço-a completamente ...
Os Comunas perdidos
São a versão Ateia da Inquisição, às suas mãos pereceram milhares ou milhões de Cristãos, Muçulmanos e membros de outras religiões. Têm por Deus único um qualquer palhaço ditador, como Mao na China ou Estaline na antiga URSS.

No entanto abraçaram a causa Palestiniana apenas por "ser moda" e com esse movimento encravaram-se a eles próprios. Se por um lado não querem este obscurantismo pré-Medieval Islâmico, também não querem ameaçar a ainda mais estranha aliança verde-vermelha.
SE ACHAM RAZOÁVEL...
O uso do véu nos paises islamicos e o respeitam, então devem respeitar a sua proibição num país não islamico e predominantemente cristão.
Se aceitam as tradições de um povo, tabém devem aceitar e acatar as regras de outro.
Se os árabes não concordam, então têm a liberdade de ir para os seus paises de origem.
Não faltava mais nada, termos que aguentar as suas imposições nos seus paises e agora também, nos nossos, onde nunca se teve tais costumes.
Tal moda só seria util para terroristas e foragidos, que fácilmente se esconderiam sob tais vestes.
Em Roma....Sê Romano
O respeito pelos direitos e liberdades individuais, plasmados na carta dos direito do homem não está a ser posto em causa. O que não pode nem deve acontecer é a restrinção completa de usos e costumes dos povos estranjeiros que vivem em determinado Estado.

Em Portugal tb se deveriam restringir certos direitos a certas raças, retirar de funções publicas politicos corruptos, retirar e obrigar a devolver os subsidios do estado entregues indevidamente a ciganos e outros chulos que nunca pagaram um único € em impostos.

e por aí....
Re: Em Roma....Sê Romano
Comentários 46 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador

PUBLICIDADE

Pub