18 de abril de 2014 às 22:01
Página Inicial  ⁄  Economia  ⁄  Fisco analisa 1,2 mil milhões de faturas

Fisco analisa 1,2 mil milhões de faturas

As empresas comunicaram mais de 1,2 mil milhões de faturas ao fisco em quatro meses. Já foram apanhadas 18 mil empresas 'fantasma'.
Ana Sofia Santos
Fisco analisa 1,2 mil milhões de faturas

A Autoridade Tributária (AT) recebeu 1254 milhões de faturas nos primeiros quatro meses do ano. A comunicação pelas empresas dos documentos de venda de abril terminou no passado dia 25 de maio e registou-se um recorde mensal com mais de 338 milhões de faturas registadas.

Entretanto, o cruzamento de dados já permitiu ao fisco detetar um fatia de economia paralela composta por 18 mil empresas 'fantasma' que ou tinham cessado a atividade ou não estavam sequer registadas nas finanças.

Outras 30 mil empresas estão a ser questionadas sobre divergências entre os valores do IVA declarados e aqueles que foram faturados.

 

Leia mais na edição de 1 de junho do Expresso
Comentários 22 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
Ainda não é desta!
Os barbeiros e cabeleireiros e outras profissões e serviços, continuam a meter o dinheirinho na gaveta sem passar factura. A filosofia da factura, dever de todos os cidadãos, ainda não passou. Se se pede factura, temos de mudar de fornecedor, porque nos olha de lado e passa a servir mal. É assim uma pescadinha de rabo na boca.
Mas o povo ainda vai na conversa e acreditar
naquela medida de ter que gastar 720 euros por mês em gastos com oficinas de carros e restaurantes para poder beneficiar com um desocnto no IVA, Quantos milhões de portuguesestêm um ordenado e uma reforma desse valor? as mas e à merda...
Leia bem Ver comentário
No Brasil por exemplo o desconto no imposto recai Ver comentário
Não é bem assim... Ver comentário
190.297.528 Ver comentário
Palermice... Ver comentário
Palermice... Ver comentário
Eu tenho esperança Ver comentário
... Ver comentário
Ideias pré-concebidas Ver comentário
Aldrabões? e eu estou já farto de idiotas! Ver comentário
Foi uma boa medida, talvez das únicas...
E a baixa de preço dos medicamentos e medidas contra abusos e alguns gastos supérfulos do Estado. Mas é pouco.

Tudo o que poderem fazer para apanhar quem foge aos impostos, é bom.

No entanto, eles terão que reduzir urgentemente os impostos aos pequenos empresários, agricultores e comerciantes, senão o pessoal morre á fome.
muitas vezes estamos em desacordo....... Ver comentário
Quem devia apresentar a conta a quem ?
Deixe o seu comentário
O Estado é que nos devia apresentar as contas
Quem dispõe da Conta Corrente dos Cidadãos é que devia apresentar as contas, e não o contrario (Já estas situações não aconteciam, e o País se tornar mais competitivo, mas isso não interessa, cada Cidadão tem o Governo que merece.
Fantasmas???
Para se aceder ao e-factura é necessário o NIF e password.
Para se obter a password é preciso estar cadastrado nas Finanças.
Logo a pergunta que fica é:
O que se entende por empresa-fantasma?
Sem esta definição a estatística a notícia vale tanto como as boutades do Sr. Silva
 
JÁ PENSOU NO QUE ESCREVEU ??? Ver comentário
Bem hajam!
Bem hajam todos aqueles que fogem ao pagamento de impostos que somente servem para alimentar vagabundos.
alimentar vagabundos ??? Ver comentário
Ainda me vou rir...
O Snr. Gaspar, com tantas burocracias que criou à volta da faturação, ainda vai acabar por ter que admitir mais 100 mil funcionários para controlar esta maluqueira da facturação. O resultado líquido desta inteligência, vai ser o seguinte:
100.000 FP a 1,500,00 euros mensais ( média ponderada ) = 150.000.000 por mes de salários
Receita extra de Iva, resultado deste controlo = 75.000.000
Resultado negativo = 75.000.000

Onde ir buscar esta perda ? Corte nos salários dos FP ou alternativamente, aumento de IVA...

Não deixa de ter alguma razão... Ver comentário
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub