16 de abril de 2014 às 8:01
Página Inicial  ⁄  Desporto  ⁄  Federer cada vez mais o melhor tenista de sempre
com fotogaleria

Federer cada vez mais o melhor tenista de sempre

Roger Federer continua a fazer história no ténis. Desta vez bateu o recorde de semanas como número um mundial. Veja algumas imagens da carreira do suíço.
Federer está habituado a ganhar desde novo. Em Wimbledon, venceu pela primeira vez em 1998, em juniores Getty Federer está habituado a ganhar desde novo. Em Wimbledon, venceu pela primeira vez em 1998, em juniores

O suíço Roger Federer é já o tenista com mais tempo na liderança da classificação mundial ATP, num total de 287 semanas, e depois de na última semana ter igualado o recorde do norte-americano Peter Sampras (286).

Roger Federer chegou pela primeira vez ao topo da hierarquia mundial a 2 de fevereiro de 2004, e passou agora a ser o jogador que mais tempo permaneceu nesse trono, numa lista que apresenta alguns dos melhores do Mundo, entretanto já 'reformados'.

Pete Sampras esteve 286 semanas, o checo Ivan Lendl 270 e os norte-americanos Jimmy Connors e John McEnroe 268 e 170, respetivamente.

Na classificação publicada hoje, Roger Federer lidera o ranking mundial com 11.075 pontos, seguido  do sérvio Novak Djokovic, com 11.000, e do espanhol Rafael Nadal, com 8905.
 
Rui Machado é o único português no top-100, em 98.º lugar, tendo caído quatro posições (561 pontos), enquanto Frederico Gil é 111.º (502 pontos).

Wimbledon aumentou palmarés de Roger Federer 


A sétima vitória no Torneio de Wimbledon, conquistada na final com uma vitória por 4-6, 7-5, 6-3 e 6-4 sobre o britânico Andy Murray, permitiu a Roger Federer regressar ao topo da hierarquia mundial, da qual foi afastado em junho de 2010, destronando o sérvio Novak Djokovic.  

Djokovic, que foi eliminado pelo tenista suíço nas meias-finais do torneio de relva inglês, caiu para o segundo lugar do ranking, após 47 semanas na liderança, enquanto o espanhol Rafael Nadal desceu para a terceira posição, que era ocupada por Federer antes da realização do terceiro major de 2012.

Roger Federer aumentou para 17 o número de títulos conquistados no Grand Slam, aumentando um recorde que também tinha retirado há três anos a Sampras (14 troféus), o único tenista da "era Open" a vencer por sete vezes em Wimbledon, pois o britânico William Renshaw conseguiu idêntica proeza entre 1881 e 1989. 



Veja a fotogaleria:
Comentários 2 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
Único, mesmo que não volte a ganhar...
No final refere-se William Renshaw, q também ganhou 7 vezes em Winbledon. Mas os feitos não são, nem de muito longe, comparáveis. No tempo deste Renshaw o torneio disputava-se em moldes muito diferentes. O vencedor num ano disputava no ano seguinte apenas um encontro com o tenista q tivesse previamente vencido um torneio de candidatos. (Um sistema semelhante ao usado durante alguns anos nos campeonatos mundiais de xadrez.) O "Challenger" tinha de ganhar esse torneio prévio para disputar o título com o campeão do ano antecedente. Para disputar o encontro decisivo o challenger entrava desgastado por uma série de encontros e o campeão entrava fresco e tendo ao longo do torneio observado as forças e fraquezas do adversário. Nada, mesmo nada, a haver com a "era open". Federer é único.Mesmo q não volte a ganhar nunca mais.
Re: Único, mesmo que não volte a ganhar... Ver comentário
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub