23 de abril de 2014 às 17:41
Página Inicial  ⁄  Desporto  ⁄  FC Porto empata em Barcelos

FC Porto empata em Barcelos

Tal como Benfica e Sporting de Braga, FC Porto também se estreou na Liga 2012/13 com um empate, frente ao Gil Vicente.
Lusa
Nem Gil nem FC Porto conseguiram marcar José Coelho/Lusa Nem Gil nem FC Porto conseguiram marcar

O campeão FC Porto estreou-se hoje na edição 2012/2013 da I Liga portuguesa de futebol com um empate a zero no reduto do Gil Vicente, onde a época passada sofrera a única derrota no campeonato.

A formação "azul e branca" perdeu, assim, a oportunidade de se destacar, desde já, de Benfica e Sporting de Braga, que sábado empataram 2-2 no Estádio da Luz.

Antes deste encontro, Nacional e Vitória de Setúbal empataram 2-2, no Funchal, e Paços de Ferreira e Moreirense "anularam-se" na Mata Real (1-1), num dia que fecha com a receção do Vitória de Guimarães ao Sporting.



Veja a fotogaleria:
Comentários 4 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
Os maióres !!

Grande joga das galinhas-qie cospem-fogo contra o candidato ao título que é o Gil Vicente !!

Bibó fóculportoproença !!!
Re: Os maióres !! Ver comentário
Re: Os maióres !! Ver comentário
Mais do mesmo...
Porque nunca fui receptivo ao Vitor Pereira como treinador principal do meu clube [ FC Porto ] e embora estejamos no príncipio do campeonato, junto a fase de preparação que foi decepcionante para reafirmar que o Vitor Pereira não tem o que é preciso para pegar nessa naú de bons marinheiros, um excelente Imediato, mas um capitão de teorias e pouca prática. O peixe morre realmente pela boca, Pinto da Costa sempre acusou o Benfica de despedir treinadores campeões, por isso mesmo ele sabendo que o Vitor Pereira não consegue servir o clube com os requesitos esperados, a verdade é que mesmo com muita sorte á mistura e ventos favoraveis [ a concorrencia é mais fraca] foi campeão, e para o Pinto da Costa não ter que dobrar a língua e ser trapalhão teve que assumir o Vitor Pereira, e aqui o temos mais esta temporada que se avizinha mais podre que a anterior, a equipa continua com a personalidade dele, sem vida, sem alegria, morta no espírito. Palpita-me que ele deve ser um infiltrado enviado ou corrompido pelos adversários porque ele não aprende com os erros, não desenvolve, o Vitor não é capaz. Não sou demasiado exigente, o clube é que me ensinou a ser e o Pinto da Costa embora seja um dirigente de excelência e compreendo que tem de defender o clube tem língua a mais. Quando sair do FC Porto, o Vitor Pereira de grandes clubes treinará no máximo um Rio Ave ou um Gil Vicente, a correr bem estará no Leça daqui a 3 anos. Vai-te embora mau tempo.
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub