Siga-nos

Perfil

Expresso

FB Instant Articles

UEFA decide hoje se expulsa Rússia e Inglaterra do Euro 2016 após novos confrontos entre adeptos

  • 333

Carl Court

Polícia francesa deteve 36 adeptos "ao longo de quarta-feira" após nova onda de violência, desta feita em Lille. Autoridades dizem que os envolvidos nos desacatos e nos confrontos com a polícia anti-motim são sobretudo ingleses, mas também alguns russos e eslovacos

Pelo menos 36 pessoas foram detidas em Lille esta quarta-feira, após uma nova onda de confrontos entre a polícia e adeptos de futebol, na sua maioria ingleses, que se concentraram naquela cidade francesa para esta quinta-feira assistirem ao jogo entre as seleções de Inglaterra e do País de Gales, que acontecem na cidade vizinha de Lens.

De acordo com as autoridades francesas, as detenções aconteceram "ao longo do dia", com outras 16 pessoas hospitalizadas na sequência das ações violentas dos fãs e da resposta da polícia com gás lacrimogéneo e canhões de água.

Ao cair da noite, poucos minutos depois de terminar o jogo Rússia-Eslováquia, a polícia antimotim foi chamada a intervir em Lille após cerca de 200 adeptos ingleses terem enchido uma praça da cidade, rebentando petardos e atirando garrafas aos agentes.

Horas antes, as autoridades já tinham detido alguns adeptos após fãs de Inglaterra e da Rússia terem entrado novamente em confrontos, tal como aconteceu no sábado passado, ao segundo dia do Euro 2016, logo a seguir à partida entre as duas seleções disputada em Marselha.

Também esta quarta-feira, o Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia convocou o embaixador francês em Moscovo sob duras críticas à decisão da UEFA em castigar a sua seleção com uma desqualificação suspensa, sob ameaça de expulsar a equipa do campeonato se os seus adeptos voltarem a estar envolvidos em cenas de violência, e com uma multa de 150 mil euros por causa dos episódios de sábado. Quando anunciou essa decisão na terça-feira, o organismo responsável pela organização do campeonato europeu ameaçou ainda desqualificar Inglaterra do Euro 2016.

Esta quinta-feira, e na sequência dos confrontos da véspera em Lille, que também envolveram adeptos russos e eslovacos, a UEFA convocou uma reunião de emergência para decidir se expulsa ou não uma ou as duas seleções do campeonato. De acordo com o jornal espanhol "Mundo Deportivo", a organização está a recolher testemunhos das autoridades francesas para tomar uma decisão, que será anunciada esta tarde.