Anterior
"Vergonha": o vício do sexo
Seguinte
A paixão de Joana d'Arc na Gulbenkian
Página Inicial   >  Cultura  >  Cinema  >   "Extremamente Alto, Incrivelmente Perto": superar o 11 de setembro
Vídeo

"Extremamente Alto, Incrivelmente Perto": superar o 11 de setembro

Um miúdo de 11 anos procura ultrapassar a morte do pai, um dos muitos americanos mortos a 11 de setembro, no colapso das torres do World Trade Center. "Extremamente Alto, Incrivelmente Perto" estreia hoje nos cinemas nacionais. 
|

Opinião


Multimédia

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 12 Comentar
ordenar por:
mais votados
A catástrofe que ainda rende milhões
Aos poucos a verdade começa a aparecer. Já passou de atentado terrorista, a colapso das torres. Chegará o dia que os verdadeiros culpados também serão conhecidos do público e será nesse dia que as pessoas compreenderão finalmente, o que se passa verdadeiramente e quais os objectivos obscuros dessa seita.
Re: A catástrofe que ainda rende milhões
tolices suas
Incrivelmente perto ...
Re: Tecnologia de ponta
As torres colapsaram
Informo o teórico louco das conspirações que bateu um avião em cada uma delas e no incêndio que se seguiu os terroristas tiveram um bónus que não esperariam, o colapso das torres.

Os autores do atentado estão identificados e eram malta ligada ao terrorismo islâmico.

Que houve erros dos serviços de vigilância americana... óbvio. Que até possa haver dentro desses serviços quem quisesse o erro... posso conceder.

Agora, não perceber que muitos dos erros de vigilância se deveram à liberdade de circulação individual que existe nos EUA...
Re: As torres colapsaram
Re: As torres colapsaram
Re: As torres colapsaram
Re: As torres colapsaram
Alta Tecnologia ...

"PREDADORES" E "CEIFEIROS" PARA MATAR TALIBÃS

http://www1.ionline.pt/co...

«São zângãos mortíferos, carregados com bombas e equipados com radares. Guiados do centro de operações em Las Vegas, a milhares de quilómetros de distância, o "Predador" e o "Ceifeiro" são a maior esperança do serviço secreto norte-americano na guerra silenciosa contra os talibãs.

Num artigo de várias páginas, a revista conservadora não parece muito preocupada com o destino da população civil, principal vítima destes ataques cegos...

Os aviões telecomandados foram uma das últimas apostas da Administração Bush.»

COMENTÁRIOS:

«Guiados a milhares de quilómetros de distância!...»

1. Com tão incrível tecnologia de comando remoto, pode-se perfeitamente desactivar os controles da mão do comandante e sujeitá-los a obedecer à base de operações.
E depois é só dirigir o avião certeiramente de encontro às torres, previamente armadilhadas. Para implodirem sem remédio.

2. Era bom que se investigasse como foi evacuada a misteriosa torre 7 e qual o papel que teve na condução da manobra.
É que não dão notícia de mortes que naturalmente ocorreriam
É que, se foi aí a base de operações para a manobra do derrube, é natural que tivesse de ser pulverizada a não deixar vestígios.
 
Coro de Santo Amaro de Oeiras na ONU
A ONU está a organizar a nível global um concurso de música juvenil onde participa Portugal através de vários projetos. Um dos participantes é o conhecido Coro de Santo Amaro para o qual pedia o vosso voto muito subjetivamente pela escolha deste projeto e objetivamente pela qualidade da interpretação…vejam e votem!

http://videos.sapo.pt/0Ih...

Por Portuga!

  Divulguem!
Comentários 12 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub