5
Anterior
EUA "fizeram história" com aterragem de Curiosity em Marte
Seguinte
Marte visto a cores pelo robô-explorador
Página Inicial   >  Sociedade  >   Ex-jogador de futebol obrigado a leiloar ténis

Ex-jogador de futebol obrigado a leiloar ténis

O norte-americano Warren Sapp declarou falência e viu-se forçado a leiloar 240 pares de ténis Air Jordan, a marca dedicada ao basquetebolista Michael Jordan.
Warren Sapp está em maus lençóis
Warren Sapp está em maus lençóis / Getty

Warren Sapp nunca teve falta de dinheiro, pelo menos até 2008, altura em que terminou a carreira de jogador profissional de futebol americano, nos Oakland Raiders. Foi aí que as dívidas começaram a pesar, até o ex-jogador de 39 anos se ver forçado a declarar falência.

Sapp, cujo contrato com os Oakland Raiders em 2004 rondava os 36 milhões de dólares anuais (cerca de 29 milhões de euros), abriu falência em abril e entre os seus credores estão a ex-mulher, as quatro outras mulheres com as quais teve filhos, o Governo norte-americano (por falta de pagamento de impostos), advogados e diversos bancos.

Além dos imóveis e dos negócios em que terá "estoirado" o dinheiro, Warren Sapp impressionou a agência que lhe inventariou os bens - e que agora os leiloa, a DMS Bankrupcy Sales - pela quantidade de objetos de luxo que tinha em casa: uma enorme estátua de um leão, um tapete do mesmo animal, diversos relógios, malas Louis Vuitton, várias consolas de videojogos, televisões, etc, etc, etc.

Mas o mais caricato é o lado de colecionador do antigo craque, que tinha nem mais nem menos do que 240 pares de ténis Air Jordan, marca pertencente à Nike que homenageia o ex-jogador de basquetebol Michael Jordan.

Os ténis, muitos deles ainda nas caixas, sem nunca terem sido usados, eram empilhados por Warren Sapp... em cima da mesa de jantar, de acordo com o jornal "Tampa Bay Times".

Agora, a coleção de ténis está toda à venda no Ebay, para pagar uma parte das dívidas do ex-jogador. Por isso, já sabe: se estiver a precisar de 240 pares de ténis dos mais variados formatos e feitios (atenção, são todos tamanho... 50), basta desembolsar pelo menos 1000 dólares, no leilão que decorre até quarta-feira.

Quando faltavam sete horas para o fecho, já se tinham registado 76 licitações e o preço base de 999 dólares subido para 16 mil, ainda longe do preço pretendido por Warren Sapp.



Veja a fotogaleria com alguns dos ténis:

Opinião


Multimédia

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 5 Comentar
ordenar por:
mais votados
Mais um acéfalo!
Disto há muito! Não me aquenta nem me arrefenta!
à atençao dos portugueses e das portuguesas
sempre dispostos a pagar o que quer que seja por uma mala do "luiton".....aproveitem o preço do saldo....e tambem podem comprar um par de botas de um ex-famoso.
  sera que na proxima casa dos segredos... aparcerá alguma "piriguete" dizendo que ganhou uma mala desse ex craque. ... tudo ao sabor de um clic
pois
E viva o sonho americano! enquanto foi milionário foi o living large e trataram-no como um rei, agora é um despesista e esbanjador. Do oitenta ao oito.
para mim ...
... esse gajo vai pr`a estiva, apanhar algodão !!!
Não eua eu.
Ganhar mais de vinte milhões por ano e falir? Já parece a história do Viktor Baliza. Com um milhão reformava-me! Gastar montes de dinheiro para comprar as maletas LV que são imagem de marca das prostitutas brasileiras... Não tenham pena do MENINO, o que tem é falta de neurónios!
Comentários 5 Comentar

Últimas

Ver mais

Pub