Anterior
PSP desativou 'explosivo' junto à embaixada de Israel
Seguinte
Tripulantes da SATA desconvocaram greves
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   EUA criticam hostilidade contra os muçulmanos na Europa

EUA criticam hostilidade contra os muçulmanos na Europa

Relatório do Departamento de Estado norte-americano censura também o antisemitismo e, igualmente, a "deterioração significativa" das liberdades religiosas na China e Egito.

agências |
Mulher com burca durante um protesto simbólico contra a proibição desta indumentária, em 2011, junto à Assembleia Nacional, em Paris
Mulher com burca durante um protesto simbólico contra a proibição desta indumentária, em 2011, junto à Assembleia Nacional, em Paris / Getty Images

Os EUA denunciaram hoje o aumento do antisemitismo e da hostilidade em relação aos muçulmanos na Europa, criticando nomeadamente as leis contra a "burca" (véu islâmico integral) em França e na Bélgica.

No relatório do Departamento de Estado sobre a liberdade religiosa no mundo relativo a 2011, hoje divulgado, Washington censura igualmente a "deterioração significativa" das liberdades religiosas na China e critica o Egito por não ter reprimido os ataques contra a minoria cristã copta.

Europa multicultural porém xenófoba


"Os países europeus são cada vez mais diversos em termos étnicos, raciais e religiosos. Estas evoluções demográficas são acompanhadas por vezes de uma subida da xenofobia, do antissemitismo e de sentimentos antimuçulmanos", assinala o relatório.

O Departamento de Estado também destaca "o crescente número de países europeus, entre os quais a Bélgica e a França, cujas leis que restringem o código de vestuário, nomeadamente o uso da burca, têm um efeito desfavorável sobre muçulmanos e outros".

Em França, a lei que proíbe esconder a cara em espaço público foi aprovada pelo parlamento em setembro de 2010 e é aplicada desde 11 de abril de 2011. A Bélgica adotou o mesmo tipo de legislação em julho de 2011.

A semana passada, o comissário para os direitos humanos do Conselho da Europa, Nils Muiznieks, apelou aos governos europeus, citando Paris e Bruxelas, para "renunciarem às leis e medidas visando especificamente os muçulmanos".


Opinião


Multimédia

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 

Crumble. A sobremesa mais fácil do mundo

Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida, especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 54 Comentar
ordenar por:
mais votados
O Império
Nem membros do tribunal penal internacional quiseram ser.
Dificilmente existirá uma sociedade mais xenófoba, mais racista.
Onde os cidadãos são subdivididos em brancos, latinos e negros ou, eufemisticamente afro-americanos, mesmo nos livros científicos.
Onde a maioria WASP dirige a sociedade.
Onde as cidades têm sítios onde vivem os brancos e sítios onde vivem "os outros".
Em que se encerram doentes psiquiátricos em prisões.
Em que há pena de morte com requinte mediático.
Em que as prisões são escola da crime.
Em que os seus cidadãos são cobaias do Estado (Heroes and Saints e teratogenese, injeção de plutónio, deflagrações nucleares no Nevada com os soldados do exército a ver...
Em que se elimina lixo nuclear em bombas.
Em que se fazem guerras preventivas, com milhões de estropiados civis.
Se não fosse a necessidade de ter um padrão "petrodolar" para cunhar moeda à fartazana, gostava de ver se os sauditas eram assim tão amigos e se se mudavam as chefias do norte de África para os sunitas da Irmandade muçulmana, acólitos da Arábia Saudita e da sua Sharia!
China e USA na Organização Mundial do Trabalho e no mercado monetário de aforro.
Pobre Europa. Se dum lado chove do outro troveja. "Dum lado e do outro a sanguessuga virá!"
Desta armadilha não vais sair tão cedo...
Re: O Império
Re: O Império
Re: O Império + 1 ponto
Re: O Império + 1 ponto
Re: O Império
Tem a sua razão, mas algumas não são exclusivo ...
Re: Tem a sua razão, mas algumas não são exclusivo
Re: Tem a sua razão, mas algumas não são exclusivo
Re: Tem a sua razão, mas algumas não são exclusivo
Re: Tem a sua razão, mas algumas não são exclusivo
Re: Tem a sua razão, mas algumas não são exclusivo
Re: O Império
Re: O Império
Re: O Império
Re: O Império
Re: O Império
Re: O Império
Re: O Império
Relatório Imperial
O Império publica o seu relatório, com comentários e recomendações a todas as partes do Império (o Mundo e arredores, na opinião dos USA).

Estranhamente, os países independentes e civilizados, desde a época em que americanos/europeus andavam entretidos na tarefa de extinguir os povos nativos, usando toda a espécie e armas e enganos, aceitam , cabisbaixos, o raspanete dos selvagens.
Essa aceitação estende-se também à imprensa, sempre a bater com a mão no peito, gritando a sua independência e lucidez.

Faz cá falta o De Gaulle, para dizer aos americanos onde devem meter esse relatório, bem enroladinho.......
Re: Relatório Imperial
Re: Relatório Imperial
Re: Relatório Imperial
lol
Diz o roto ao nu: porque não te vestes tu?
Re: lol
Têm toda a razão

Mas aqui os europeus são uns pelintras que nem têm dinheiro para se armarem convenientemente e terraplanar o Iraque, o Afganistão, o Irão e esses sítios todos de onde vêm os muçulmanos.
Então temos de decretar leis estúpidas a proibir o uso da burka ou a mutilação genital.
É o que dá não se ser empreendedor como os americanos e não resolver os problemas na origem.

Já o caso português é diferente: se bem que o nosso presidente não se chame Cavaco Hussein Silva é muçulmano, ou pelo menos algarvio de gema que é mais ou menos a mesma coisa.
Re: Têm toda a razão
O capitão América tem destas saídas.

O mesmo que inventou os campos de Guántanamo.

O mesmo dos prisioneiros ilegais.

O mesmo que quase recusa um embarque a quem se chame Mustafá.
Para os yankes tratar bem é mandar bombas e míseis
Só mesmo para rir a saída deste relatorio dos americas , eles que em relação aos muçulmanos bombardeiam-los com bombas e mísseis , alem de darem carta branca total aos israelitas para fazerem o que querem com os palestinianos , será que isto para eles é que é tratar bem ?
Mas, o estranho de tudo, por aqui,
é que o Colosso parece não ter mais admiradores! Quando comento alguma coisa, contra ele, de modo particular, pois sempre descubro bons motivos "made in USA" para admirá-los, logo sou nocauteado com a expressão "comuna", "terceiro mundista" e outros adjetivos profusamente pejorativos e, mesmo quando dou uma explicação, na tentativa de fazer-me entender, continuo sendo anti-americano por convicções ideológicas - geralmente de esquerda... Não são todos os comentadores, mas um bom punhado deles e principalmente um certo senhor que vive na terra do Henrique VIII. Vá lá tentar compreender as pessoas... Rio Grande
Não acho que os norte-americanos tenham
antecedentes para, de lá, jogarem ao mundo que são defensores das minorias ... Logo eles!!! Os muros, cercas e caçadas são, de fato, bons motivos para contradize-los. Não reconhecem nenhum tribunal internacional, a não ser os próprios. Não assinam quaisquer protocolos de cunho ecológico. No mundo, usam o sistema do "sheriff" para instalar seus interesses, quaisquer que sejam. Ocupam boa parte do mundo militarmente, incluindo a própria Europa. Exportam seu modelo econômico e político, por meio das armas, quando não convencem pela lábia, dinheiro e outras formas folgadas de ganhar adeptos. Estão simpaticamente aliados aos comunistas, o que seria impensável nos anos setenta. Apoiam ditadores dedicados e derrubam o que têm o ímpeto de pensar por si. Transformam o mundo num galinheiro e o que querem agora? Rio Grande
Esta América pensa que engana alguém
Acham que enganam alguém, acham mesmo que os Muçulmanos vão esquecer tudo e deixar de vos odiar.

Acho que qualquer pessoa deve andar na rua com a cara destapada de maneira a ser conhecida.

Agora um criminoso lembra-se e anda sempre de cara tapada na rua e nunca será reconhecido.
Que lata
Estes americanos estão loucos.

E este relatório logo a seguir ao escândalo dos drones e seus ataques liderados pelo Capitão América de turno ..

É preciso ter lata..
estes cowboys !!!
... cada vez merecem mais , aquilo que tiveram no passado . São os piores terroristas que existem ao cimo da Terra !!! Incendeiam e infernam os paises dos outros sem olharem para o seu umbigo !!! espero ver mais um prédio a cair na terra deles ... só por esse relatório infame e terrorista !!!
Re: estes cowboys !!!
Re: estes cowboys !!!
Ha pessoas que tem espeljos em casa....
Enfim.
Direitos?
Os mulçulmanos devem ter os mesmos direitos que eles dão aos cristãos nos países deles...!!!Nem mais nem menos, equidade e reciprocidade...!!!!
Obama está ao serviço dos muçulmanos.
Obama que não é americano, muito preocupado está preocupado com os seus patrocinadores.
Que os cidadãos de países que ainda tem alguma liberdade a percam é o seu objetivo.
Não brinquem com coisas sérias...
Esta notícia só pode ser uma anedota de mau gosto já que para o 1º. de Abril ainda faltam uns meses largos...
Comentários 54 Comentar

Últimas

Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub