19 de abril de 2014 às 21:35
Página Inicial  ⁄  Dossiês  ⁄  Dossies Desporto  ⁄  Euro 2012  ⁄  Espanha conquista Euro: do biscotto ao caramelo de Badajoz

Espanha conquista Euro: do biscotto ao caramelo de Badajoz

Espanha sagrou-se bicampeã da Europa (4-0, à Itália) e continua a dominar o futebol contra tudo e todos aqueles que dizem que o seu jogo é aborrecido. Talvez o seja - porque ganham tanto. . Clique para visitar o dossiê Euro-2012
Pedro Candeias, enviado ao Euro-2012 (www.expresso.pt)
Festejos dos espanhóis e tristeza de Buffon EPA Festejos dos espanhóis e tristeza de Buffon

Podem dizer-nos que os espanhóis estavam mais descansados, que tiveram azar e nós sorte, mas a ideia que fica é de que Portugal foi a única seleção capaz de impor respeitinho à Espanha. A Itália, que eliminara tranquilamente a Alemanha nas meias-finais, não trincou o biscotto da final - antes, foi degustada como um caramelo de Badajoz. A Espanha é, em conjunto com a Alemanha, a equipa com mais títulos europeus (3), alcançou o resultado mais desnivelado (4-0) em finais desta competição, e fê-lo frente à única equipa que lhe tinha marcado um golo no Euro-2012. O futebol dos baixinhos é grande de mais para quem quer que seja.

MINUTO 14' O golo de David Silva, de cabeça. Caro leitor, enfrentar a Espanha nunca é fácil mas mais difícil se torna quando se sofre um golo quando ainda não passou aquele quarto de hora em que o mais fraco tem por missão defender-se do mais forte.

MOMENTO O sprint de Jordi Alba que resultou no 2-0 da Espanha. Se os italianos achavam que ainda havia ali qualquer coisa para explorar, o lateral do Barcelona cortou a direito, direito à baliza. A defesa transalpina pareceu estar em modo pause e Alba em fast forward. E o jogo entrou em stand by, apenas porque foi para intervalo.

HERÓI É o anti-herói Vicente De Bosque. O estilo bonacheirão esconde um mestre na arte de dominar o balneário: no Real Madrid, comandou os galácticos e teve sucesso onde os outros falharam; na Espanha, lidera um conjunto que poderia estar partido pelas guerras Real-Barça. Se estava ou não em cacos, nunca o saberemos, até porque Del Bosque os terá colado com sabedoria.

ESTRELA Balotelli é a estrela para o futuro. Se aquela cabeça que abana com o andar gingão ficar bem presa entre os ombros, este italiano pode chegar longe. Lutou, esperneou, entrou duro e procurou a sua sorte. A continuar assim, ela chegará. Tem é de falar menos: disse que marcaria quatro aos espanhóis, acabou por encaixar quatro.

JOKER O Natal não é sempre quando um homem quiser; às vezes, o Natal é quando Di Natale quiser. Entrou para o lugar de Cassano (esteve a léguas da exibição frente à Alemanha) e ainda abanou a defesa espanhola. Quem agradeceu foi Balotelli, que pareceu mais espevitado com este pai Natale por perto.

VILÃO Não é que ele tenha culpa, porque as lesões musculares acontecem a quem anda lá dentro, mas Thiago Motta esteve apenas cinco minutos em campo. Saiu agarrado à coxa e a Itália, que esgotou com ele as três substituições, entregou-se. Bastava ver Pirlo a bater os livres com ar de frete para perceber que o jogo já tinha dado o berro para o lado italiano.

EPA O árbitro português Pedro Proença apitou a final

SEGREDO  Os espanhóis queixam-se de Vicente Del Bosque porque o homem não põe Torres, Llorente ou Negredo na frente. Certo. Mas a verdade é que a Espanha joga melhor sem uma referência no eixo de ataque e os seus adversários jogam pior pela mesma razão. Defender o que não se vê - e apenas se cheira quando passa - é muito difícil.

ERRO Presumir que o futebol espanhol é aborrecido - também assumo a minha quota-parte. A Espanha é aborrecida e entusiasmante quando quer porque parece controlar o tempo e o adversário em quase todos os momentos do encontro. Portugal fê-la suar as estopinhas, é verdade, porque explorou ao máximo os pequenos instantes em que o jogo lhe foge dos pés.

NÚMERO Seis. O número de anos que a Espanha leva a dominar o planeta do futebol: Euro-2008, Mundial-2010 e Euro-2012. Nunca se viu nada assim, nem no tempo da outra senhora, da RFA, que conquistou Euro-1972, o Mundial-1974 nas falhou no Euro-1976. Os espanhóis reescreveram a história deste desporto.

ACONTECIMENTO Pedro Proença foi o primeiro português a arbitrar uma final de um campeonato da Europa. À falta de melhor (seleção nacional) fica o consolo de ver um dos nossos no jogo mais importante do ano.

AMANHÃ Não há. O Europeu acabou. Agora, e para realidade nacional, voltam os treinos do Seixal, do Olival e de Alcochete; as contratações e as promessas goradas; os ficheiros secretos e as AG.

Ficha de Jogo. Estádio Olímpico de Kiev (Ucrânia). Árbitro: Pedro Proença (Portugal). Espanha: Casillas; Arbeloa, Piqué, Sérgio Ramos e Jordi Alba; Busquets, Xabi Alonso e Xavi; Silva (Pedro, 59') , Fábregas (Torres, 75') e Iniesta (Mata, 87'). Treinador: Vicente Del Bosque. Itália: Buffon; Abate, Barzagli, Bonucci e Chiellini (Balzaretti, 21'); Pirlo; Marchisio, Montolivo (Motta, 57') e De Rossi; Balotelli e Cassano (Di Natale, 46'). Treinador: Cesare Prandelli. Golos: 1-0 (Silva, 14'), 2-0 (Alba), 3-0 (Torres, 84'), 4-0 (Mata, 88').Cartões amarelos a Pique (25'), Barzagli (45')

Veja a fotogaleria:
Comentários 55 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
Futebol parece ter os dias contados
A Espanha alem de poder acabar com o euro , parece que vai acabar tambem com o futebol.

É que com este sistema de jogo , esta formula mágica que encontrou para a qual já tem uma nova geração na berlinda para substituír a actual , quem vai bater esta Espanha ?

Mundial 2014 e Euro 2016 parece que já têm destinatário.

Com a perda de interesse que isso provocará , provavelmente o interesse de muitos virar-se-á para ouitras modalidades.
Re: Futebol parece ter os dias contados Ver comentário
Re: Futebol parece ter os dias contados Ver comentário
Re: Futebol parece ter os dias contados Ver comentário
Re: Futebol parece ter os dias contados Ver comentário
Re: Futebol parece ter os dias contados Ver comentário
Re: Futebol parece ter os dias contados Ver comentário
Re: Futebol parece ter os dias contados Ver comentário
EstFutebol tem dias contados Ver comentário
Parabéns !!

Com uma frase curta:

Grande banho de bola !!!
Um exemplo!
Portugal que experimente colocar o CR7 no banco e pode ser que sem a Ronaldo-dependência possamos ganhar alguma coisa! Querem um exemplo? No 4º golo da Espanha, o Cristiano Ronaldo nunca faria como o Fernando Torres e tentava atirar para a baliza. Torres, pelo contrário, deu a honra ao colega! Os espanhóis são solidários no jogo, jogam todos em função da equipa e do golo, sem pensarem em atirar bolas à sorte como quem depende de uma vedeta!
Re: Um exemplo! Ver comentário
Re: Um exemplo! Ver comentário
Re: Um exemplo! Ver comentário
Re: Um exemplo! Ver comentário
Grande final entre duas grandes Seleções!
Espanha e Itália,vencedora e vencida,dignas finalista de um campeonato superiormente organizado pela Polónia e Ucrânea!
E ainda Ver comentário
Re: Grande final entre duas grandes Seleções! Ver comentário
Re: Grande final entre duas grandes Seleções! Ver comentário
Re: Grande final entre duas grandes Seleções! Ver comentário
Re: Grande final entre duas grandes Seleções! Ver comentário
E ainda ha quem perca a cabeça com o futebol...
O BPN lançou um sistema especial de criação de sociedades offshore à medida dos interesses dos jogadores de futebol.

Com esta estratégia, o banco, então liderado por José de Oliveira e Costa, não só atraía os capitais dos futebolistas, como também lhes colocava as suas fortunas no BPN Cayman, paraíso fiscal nas Caraíbas. Por esta via, as estrelas do futebol podiam rentabilizar o seu dinheiro sem pagarem impostos.

A revelação desta estratégia do BPN consta de um apenso do processo 43/09, que deu origem a uma segunda acusação do Ministério Público a Oliveira e Costa. O processo, que o CM consultou, indica que os documentos sobre a criação das offshores para os jogadores de futebol foram apreendidos numa busca realizada num armazém de arrumos, localizado em Rebordões, uma freguesia de Santo Tirso, na zona do Porto.

Entre inúmeras pastas com milhares de papéis, a equipa de investigadores, liderada pelo procurador Rosário Teixeira, encontrou vários "documentos de Francisco Sanches [ex-administrador do BPN] para o sr. presidente [Oliveira e Costa] referentes aos assuntos: offshores para jogadores diversos e subscrição do aumento de capital [da Sociedade Lusa de Negócios - SLN] por parte de jogadores a actuar no estrangeiro, datados, respectivamente, de 25/01/01 e 28/03/01".

No processo não há referência a nomes de futebolistas a quem o BPN terá criado paraísos ficais. Porque Será.
Em 120 minutos fomos iguais aos melhores.
O resultado alcançado pela selecção portuguesa frente aos campeões da Europa demonstrou que em 120 minutos fomos iguais aos melhores da Europa. Daí para a frente, por azar ou não, temos é que dar os parabéns aos nossos vizinhos ibéricos.
Re: Em 120 minutos fomos iguais aos melhores. Ver comentário
Parabéns à Espanha
Devo confessar que após o primeiro golo, mudei de canal... Apesar de não gostar muito como jogam, parabéns!
PROENÇA e Espanha, o costume!
Previ esta vitória do Barcelona, perdão, da Espanha. Pode-se não gostar deste tipo de futebol, só que é duma enorme eficácia. Sobre Proença confirmou-se que é um bom arbitro, pecando apenas e mais uma vez o que já é cansativo, pela sua cegueira no jogo de andebol na área. Um defesa Italiano benificia nitidamente da bola no braço dentro da área. Minutos depois, Boloteli tocou ao de leve com a mão na bola e aí, como era fora da área, já Proença teve olhinhos e marcou falta. Teve sorte que o resultado diluiu mais esse erro em que é useiro e vezeiro!
Um aviso a Portugal!
Enquanto houver parasitas na selecção nacional, ou seja enquanto pinto da costa mandar na selecção e impor os seus jogadores não chegamos a lado nenhum e andaremos uma vida inteira a ver os outros festejar.

Portugal foi a única selecção que se soube impor à selecção espanhola e alemã. A Itália fê.lo por acidente à selecção alemã.Muito fraquinha na final.

Claro que pinto da costa nem quer saber,qual parasita impõe os seus jogadores e seleccionadores.Encheu a carteira e o resto é conversa .

Bem mas parabéns aos espanhóis que dominaram completamente esta final!

Re: Um aviso a Portugal! Ver comentário
Re: Um aviso a Portugal! Ver comentário
Re: Um aviso a Portugal! Ver comentário
Re: Um aviso a Portugal! Ver comentário
Re: Um aviso a Portugal! Ver comentário
Re: Um aviso a Portugal! Ver comentário
Re: Um aviso a Portugal! Ver comentário
Ah e tal...
Ganharam os do futebol xato... bah..
Portugal deitou tudo a perder em 30m...
há dois anos critiquei a Espanha, porque ganhava por 1-0, sem entusiasmar e, nalguns casos, com ajudas claras de terceiros...
alguns, espanhois ou portugueses, viram nisso sinal de mau perdedor, inveja... etc, quando apenas gosto de futebol e de justiça desportiva (e sou um admirador de longa data do Barça... )
Neste europeu, com estrelinha ou sem ela, a Espanha foi, claramente e sem espinhas, a mais consistente equipa, mereceu ganhar todos os jogos (inclusive contra nós) e, goste-se ou não do estilo, joga muito bem e marca mais de 1 golito por jogo... :-)
É um campeão de equipa inteira, merece a 100% o título e quero ser dos primeiros a dar os parabéns à equipa espanhola e aos adeptos espanhois, começando no Pau Freire :-). Parabéns!
Quanto a nós, excelente resultado global, apenas aquela sensação estranha de se esperar mais vontade e querer nos 30 minutos de prolongamento, em que, com mais 2 dias de descanso e a ambição apregoada de tentar aproveitar uma oportunidade única de ir a uma final, se assistiu à atitude surreal de procurar perder tempo, jogar nos penalties e metendo Custódio...
Se o discurso oficial de jogar sempre para ganhar "olhos nos olhos", que foi mais ou menos o que a seleção fez em campo durante o europeu, é subtituído num prolongamento decisivo (e em que tínhamos teoricamente vantagem no descanso) pelo calculismo em ganhar a lotaria... .não teria sido preferível jogar, perder ou ganhar?
Casillas não fez uma defesa... faltaram-nos 30m de ambição.
Re: Portugal deitou tudo a perder em 30m... Ver comentário
Re: Portugal deitou tudo a perder em 30m... Ver comentário
Re: Portugal deitou tudo a perder em 30m... Ver comentário
Parabéns
Este campeonato mostrou a classe dos jogadores espanhois!!!

Não são só 11 ou 12 jogadores e o banco? E os Soldados que ficaram em Espanha, justo vencedor!!! Se nos lembrar-mos que apenas o nosso país lhe criou problemas, caímos na realidade do grande trabalho de Paulo Bento e companhia...

Viva Portugal.
Ora bolas! E eu que torci pela selecção Italiana .
... na expectativa de obter um vingança contra nuestros irmanos, por nos terem eliminado do campeonato! Mas sim senhor os esepnholecos merecerem ganhar. Ficaram a anos luz da selecção italiana.

O problema que eles (ou se a o Barcelona ...) inventaram um novo estilo de futebol que, ou começa a fazer escola junto dos outros, ou ninguém mais apanha nuestros irmanos!
Vitória esponhola que honra Portugal
Depois de ter tido enormes dificuldades para se ver livre de Portugal, a Espanha foi defrontar uma Itália que se tinha visto livre da Alemanha sem qualquer dificuldade. Ninguém pensava que a final pudesse ser tão desequilibrada. Portugal foi portanto eliminado a custo por um grande campeão o que não deixa de ser uma honra.
Creio que a maior vantagem da selecção espanhola reside em ter um banco de suplentes tão bom como o conjunto titular e diversas opções tacticas a que pode recorrer conforme as situações do jogo. Mas atenção que tantos "galos num galinheiro", ainda por cima com a rivalidade Madrid-Barça pelo meio não é um assunto fácil de gerir. É aí que entra o segundo grande trunfo da selecção espanhola: a extraordinária capacidade diplomatica de Vicente del Bosque que é capaz de manter unido um grupo que tem todas as condições para ser desunido.
UEFA EURO 2012: Proença e a sua Histórica Final
Questão: Como é possível este humilde árbitro com insígnias da FIFA ter sido barbaramente agredido em Portugal, no início da época 2011/2012, em Lisboa (Centro Comercial Colombo), e após o clássico SL Benfica vs. FC Porto, ter sido tendenciosamente repreendido pelo presidente do SL Benfica (Luís Filipe Vieira), e ainda conseguir ser selecionado para o UEFA Euro 2012, sendo nomeado para vários jogos e distinguido pela Comissão de Arbitragem da UEFA para arbitrar a final da competição em Kiev, Ucrânia?

Parabéns a Del Bosque e à La Roja!

Cumprimentos,
Saludos,
Regards,
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub