46
Anterior
Renováveis são sinónimo de competitividade
Seguinte
Corte no rating: EDP mantém investimentos
Página Inicial   >  Economia  >  Energia  >   Eólica gigante pode abastecer 30 mil casas

Eólica gigante pode abastecer 30 mil casas

Há 26 anos as primeiras eólicas tinham 50 KW de capacidade instalada. Agora já há uma turbina com 7,5 MW, na Alemanha, e já se projeta uma outra com 20 MW.
|

A maior turbina eólica do mundo está instalada em Emden, na Alemanha. Foi construída em 2007, com 6 megawatts (MW) de potência, pela Enercom.

Entretanto, em 2009 esta turbina E-126 foi repotenciada tendo sido aumentada a sua capacidade para 7,5 MW.

Em 2010 foram instaladas 24 na Alemanha e na Bélgica do modelo E-126.

Markbygden, na Suécia, deverá receber o maior parque eólico do mundo, com 1.101 turbinas distribuídas por 500 quilómetros quadrados, as quais deverão representar uma capacidade instalada de 4000 MW. Markbygden fica no norte da Suécia e o parque eólico  que ali vai surgir será composto principalmente de aerogeradores Enercon E-126 de 7.5 MW.

Mega eólica a caminho 


A semana passada, um grupo de investigadores financiados pelo programa europeu UpWind comunicou aos responsáveis da União Europeia que a construção de turbinas eólicas com 20 MW de capacidade é possível.

Os projetistas exploraram os limites do design e concluiram que o diâmetro do rotor (que é o círculo descrito pelas pás da eólica) será de 200 metros.

Para se ter uma ideia da real dimensão daquela eólica, basta referir que as pás das turbinas de 5 MW, que hoje já se encontram instaladas em vários parques eólicos, nomeadamente offshore (em alto mar), descrevem um círculo de 120 metros. Um avião Airbus A380, que é o maior avião comercial do mundo, mede de ponta a ponta das suas asas 80 metros.

A futura turbina de 20 MW poderá gerar eletricidade suficiente para alimentar 30 mil habitações.

Iberwind substitui turbinas antigas


A Iberwind, a maior proprietária de eólicas em Portugal, acaba de anunciar o início de um processo de repotenciação de alguns dos seus parques, onde deverá investir €65 milhões ao longo do próximo ano.

Depois de terminados os trabalhos de substituição de turbinas antigas por outras mais recentes e mais potentes, a capacidade instalada da Iberwind aumentará 20%.

Recorde-se que dos 31 parques eólicos em exploração pela Iberwind, o de Lagoa Funda, em Vila do Bispo, é um dos mais antigos, cujo início de produção remonta a 1998. É composto por 18 aerogeradores de 500 quilowatts (KW) de potência cada, o que é considerado tecnologicamente ultrapassado.

A empresa contratada para os trabalhos de repotenciação dos parques mais antigos da Iberwind é a dinamarquesa Vestas, a maior produtora de turbinas eólicas a nível mundial.

 


Opinião


Multimédia

Musse de maracujá

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Desaparecidos para sempre no Mar do Norte

O dia 15 de novembro já foi feriado, há 90 anos. A razão foi o desaparecimento de Sacadura Cabral algures no Mar do Norte. Depois de fazer mais de oito mil quilómetros de Lisboa ao Rio de Janeiro, o aviador pioneiro não conseguiu completar o voo entre a cidade holandesa de Amesterdão e a capital portuguesa. Ainda hoje, não se sabe o que aconteceu ao companheiro de Gago Coutinho e tio-avô de Paulo Portas, a quem o Expresso pediu um sms.

Os muros do mundo

Novembro relembrou-nos os muros que caem, mas também os que permanecem e os que se expandem. Berlim aproximou-se de si própria há 25 anos, mas há muros que continuam a desaproximar. Esta é a história de sete deles - diferentes, imprevisíveis, estranhos.

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola. Em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

O papa-medalhas que veio do espaço

O atleta português mais medalhado de sempre, Francisco Vicente, regressou dos campeonatos europeus de veteranos, na Turquia, com novas lembranças ao pescoço. Três de ouro e duas de prata para juntar à coleção. Tem 81 medalhas, uma por cada ano de vida.

Terror religioso está a aumentar

Relatório sobre a Liberdade Religiosa é divulgado esta terça-feira em todo o mundo. Dos 196 países analisados, só em 80 não há indícios de perseguições motivadas pela fé.

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 


Comentários 46 Comentar
ordenar por:
mais votados
E depois digam que a aposta não foi a correta?
A aposta do atual governo na energia eólica foi muito importante e ainda bem que é seguida por outros governos europeus em detrimento do nuclear do Mira Amaral do PSD.
Re: E depois digam que a aposta não foi a correta?
Re: E depois digam que a aposta não foi a correta?
Re: E depois digam que a aposta não foi a correta?
Eolicas ?
Re: E depois digam que a aposta não foi a correta?
Re: Eólica gigante pode abastecer 30 mil casas
E se um dia o vento deixa de soprar?
Deixar de soprar de vez... como vai ser? Irão inventar umas bochechas grandes para fazer vento?
Re: Eólica gigante pode abastecer 30 mil casas
Re: Eólica gigante pode abastecer 30 mil casas
Re: Eólica gigante pode abastecer 30 mil casas
Re: Eólica gigante pode abastecer 30 mil casas
Re: Eólica gigante pode abastecer 30 mil casas
Re: Eólica gigante pode abastecer 30 mil casas
Re: Eólica gigante pode abastecer 30 mil casas
Re: Eólica gigante pode abastecer 30 mil casas
Re: Eólica gigante pode abastecer 30 mil casas
Re: Eólica gigante pode abastecer 30 mil casas
Re: Eólica gigante pode abastecer 30 mil casas
Re: Eólica gigante pode abastecer 30 mil casas
Re: Eólica gigante pode abastecer 30 mil casas
Um dia destes...
diminuem a velocidade de rotação da terra, com tanta "vela" ! Pelo menos duas coisas boas... os dias ficam mais compridos... e as noites também....(além do que ficamos mais leves...) os solavancos é que vão ser piores...
aproveitam tudo
menos a melhor energia. O movimento de rotação da terra. Sem destruir a paisagem...
Eis o futuro!
Finalmente, é esta a área que se deve apostar, energia limpa e disponível 24 horas por dia, sem estarmos dependentes do petróleo.
Até pode não ser bonito admirar as montanhas com estes gigantes. Mas podemos respirar fundo, sem nos preocupar-mos com as emissões de gases tóxicos ou com a radioactividade no ar e alimentos!
Re: Eis o futuro!
Inovador...
... mas a Vestas já tem uma turbina com 120m de diâmetro do círculo descrito pelas pás há um tempo.

By the way, quando o vento deixar de soprar, não estará cá ninguém para precisar de energia. Deixa de soprar por períodos, mas terá sempre que existir.
ventoinhas e ecotretas
http://ecotretas.blogspot...
1º A tecnologia eólica vem da Alemanha de Merkel
2º Merkel e Sócrates foram ministros do ambiente na mesma altura.
3º Foi Merkel que vendeu esta tecnologia a Sócrates?
4ª o PEC 4 foi um favor de Merkel a Sócrates ou vice-versa?
5º Os chamados custos políticos são os encargos às tarifas por decisão do governo e que não resultam directamente da actividade de produção e venda de electricidade. As componentes que mais pressionaram os preços em alta foram o sobrecusto com a produção em regime especial (PRE), um prémio pago à energia eólica e à cogeração, e os pagamentos às centrais convencionais para as compensar de um preço de energia baixo nos mercados grossistas (os CMEC). Só no primeiro caso, o prémio em relação aos preços de mercado deverá ultrapassar em 2011 os mil milhões de euros, o que traduz uma subida de 25% face a 2010. O aumento da produção de energia eólica é o principal responsável pelo agravamento da factura.

Estamos a regressar aos "moínhos de vento"...
Com "o progresso" e "a modernidade" estamos a regressar aos "moínhos de vento",agora eléctricos e gigantescos",produtores não de farinha para o pão mas sim de electricidade artesanal substancial,também necessária hoje para produzir o pão e não só.
As turbinas eólicas não passam de "moínhos de vento"necessários e produtores de energia indispensável e controlável sem que seja eventualmente catastrófica,apesar de essas turbinas serem inestéticas e "intoxicantes" da paisagem natural,mas "não há bela sem senão".
Estes moínhos de vento,em termos de piada ou talvez não,parecem ou fazem lembrar os moínhos de vento gigantes que "D. Quixote de la Mancha" viu literariamente no imortal livro castelhano ou espanhol de Cervantes(este último parágrafo é irónico).
Os tempos mudam,mas a..."a História repete-se com ligeiras alterações contextuais".
Vanha-nos deus
Agora é que estamos fritos, com as pequeninas já pagamos que fartarmos, imaginem esta deste tamanhão a chupar-nos os euros na factura da electricidade
ERA BOA ERA! MAS NÃO É! ÉCARA!
Infelizmente só em Portugal as eólicas são sinónimo de pagar caro a energia! Enquanto que em vários paises do mundo esta sensação de ajudar o planeta na sua limpeza dá também um pequeno conforto ao bolso aqui na terra de meia dúzia é sempre a pensar em investir para ganhar milhões! As energias renováveis são mais baratas e ponto final! Enquanto não houver politicos que dêm um bom murro na mesa e coloquem esta forma de energia mais barata eu serei sempre contra! Porque hei-de encher os bolsos a uma dúzia? Se não querem investir em portugal que se vão! Não fazem cá falta para azocrinar a vida de quem paga tantos impostos!
Re: ERA BOA ERA! MAS NÃO É! ÉCARA!
È Energia Estupido... nãop
È Energia Estupido... não Saude... não...
Se uma eólica com a capacidade instalada de 20MW consegue alimentar 30.000 casas, que capacidade instalada tenho se cada casa tiver uma capacidade instalada de 5KW.
O futuro está nas renováveis!!
Como ja referiram aqui alguns comentadores a questao estética destas estruturas na paisagem constitui um «senão»... Mas o futuro passa pelas energias renováveis como refere o video http://www.youtube.com/wa...
Re: O futuro está nas renováveis!!
Ao ler o que acima se comenta...
... fico abismado como ainda há quem não tenha compreendido, que a época da energia barata correspondeu ao período em que se utilizou crude barato, e isso acabou! O crude vai tornar-se cada vez mais caro porque a sua extracção é cada vez mais onerosa e a procura aumenta permanentemente com o despertar da maioria das nações e habitantes do planeta.
A energia será sempre e cada vez mais cara salvo algumas flutuações passageiras.
Re: Ao ler o que acima se comenta...
Re: Ao ler o que acima se comenta...
Re: Ao ler o que acima se comenta...
Re: Ao ler o que acima se comenta...
Re: Ao ler o que acima se comenta...
Re: Ao ler o que acima se comenta...
Re: Ao ler o que acima se comenta...
Re: Ao ler o que acima se comenta...
Re: Eólica gigante pode abastecer 30 mil casas
Comentários 46 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub