35
Página Inicial   >  Política  >   Eleições Autárquicas 2013

Eleições Autárquicas 2013

Quer saber quem ganhou na sua freguesia? Veja aqui todos os resultados: câmaras, assembleias municipais e freguesias.
|

Opinião


Multimédia

Os assassínios, as execuções, as decapitações são as imagens mais chocantes de uma propaganda cada vez mais sofisticada. É a Jihad, que recruta guerrilheiros no ocidente para matar e morrer na Síria. O Expresso seguiu as pisadas de cinco jiadistas portugueses, mostrando quem são e como foram convertidos e radicalizados. E como lutam, como foram morrer - e como já haverá arrependidos com medo de fugir. Reportagem em Londres, no café onde viam jogos de futebol, na universidade onde estudavam e na mesquita onde rezavam. Autoridades e especialistas em terrorismo estão alerta sobre este pequeno mas perigoso grupo, onde corre sangue português - e de onde escorre sangue por Alá.

Desacelerámos a realidade para observar a euforia da liberdade

Ela, Jacarandá, é algarvia. Ele, Katmandu, é espanhol. São linces e agora experimentam a responsabilidade da liberdade: foram soltos esta terça-feira numa herdade alentejana, próxima de Mértola, eles que saíram de centros de reprodução em cativeiro. Foi inédito: nunca tinha acontecido algo assim em Portugal. Estivemos lá e ensaiámos o slow motion.

Geração Z

Mais rápidos, mais capazes, mais solitários, os Z vivem agarrados aos ecrãs, pensam com a ajuda da internet e estão permanentemente preocupados com a bateria do telemóvel. Que geração é esta que nasceu com a viragem do século?

Desaparecidos para sempre no Mar do Norte

O dia 15 de novembro já foi feriado, há 90 anos. A razão foi o desaparecimento de Sacadura Cabral algures no Mar do Norte. Depois de fazer mais de oito mil quilómetros de Lisboa ao Rio de Janeiro, o aviador pioneiro não conseguiu completar o voo entre a cidade holandesa de Amesterdão e a capital portuguesa. Ainda hoje, não se sabe o que aconteceu ao companheiro de Gago Coutinho e tio-avô de Paulo Portas, a quem o Expresso pediu um sms.

Os muros do mundo

Novembro relembrou-nos os muros que caem, mas também os que permanecem e os que se expandem. Berlim aproximou-se de si própria há 25 anos, mas há muros que continuam a desaproximar. Esta é a história de sete deles - diferentes, imprevisíveis, estranhos.

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola. Em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

O papa-medalhas que veio do espaço

O atleta português mais medalhado de sempre, Francisco Vicente, regressou dos campeonatos europeus de veteranos, na Turquia, com novas lembranças ao pescoço. Três de ouro e duas de prata para juntar à coleção. Tem 81 medalhas, uma por cada ano de vida.

Terror religioso está a aumentar

Relatório sobre a Liberdade Religiosa é divulgado esta terça-feira em todo o mundo. Dos 196 países analisados, só em 80 não há indícios de perseguições motivadas pela fé.

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.


Comentários 35 Comentar
ordenar por:
mais votados
Vitória mesmo de quem?
PS com menos 1.5%, menos 275 000 votos do que em 2009 e reclamam vitória estrondosa?

Afinal estavam a concorrer contra quem?

Era contra o governo ou contra cada um dos partidos individualmente?

É que se for a 1ª hipótese, conforme os Socialistas de Seguro diziam então apenas tiveram mais 2% do que todos os votos onde entram PSD, CDS coligados e sozinhos.

Será que se pode tirar mesmo uma qq ilacção destas eleições para com as Legislativas?

Então o CDS e o PCP (através) da CDU passariam a governar.

Um porque teve um acréscimo de 500% no número de Câmaras e o outro porque aumentou o número de votos efectivos.

O PS foi incapaz de, conforme a sua táctica de campanha, arrasar com o PSD E CDS/PP em função da Coligação que Governa Portugal, sendo que mesmo usando falsos argumentos falharam em toda a linha a tão retumbante vitória.

Vitória Socialista só mesmo internamente para António Costa, na senda do lugar de Secretário Geral do PS...

Claro que PSD e CDS-PP viram diminuídas as intenções de voto, provavelmente deveriam rever em que condições foram escolhidos alguns candidatos por esse país fora. Esses sim foram derrotados sem apelo nem agravo.

Agora quem não pode reclamar vitória ou qq crédito é o BE.

BE esse que ainda gritou, para ver se alguém nota que está vivo, após ter perdido votos, % e a única CM.
onde está o nº de votos de 2009?
Google=)
O EXPRESSO não está de parabéns!
O QUE É QUE ACONTECEU AQUI?
Porque é que o meu segundo comentário a dar conta dum pequeno erro técnico que devia ser resolvido, foi apagado? Porque é que outros comentários não relacionados com este também o foram?
Não percebo. Só chamei a atenção que deviam chamar rapidamente o técnico de informática que vos fez as chamadas às bases de dados, para corrigir o problema em que não conseguem comparar as votações passadas com as do domingo. Basicamente, o vosso inquérito à base de dados só pergunta pelas formações que tiveram resultados no Domingo, esquecendo-se dos que foram candidatos no passado e no Domingo não o foram. Estamos no ponto em que, para a minha freguesia, sei dos resultados do PSD e do CDS este ano, mas não sei no ano passado por nessa altura pelos vistos devem ter corrido coligados... e isto não é perguntado.
Este problema não é difícil resolver. E APAGAM-ME O COMENTÁRIO ONDE FAÇO ESTA SUGESTÃO???
A que propósito????
Dimensão da derrota
Com a publicação dos totais de votos, tem-se melhor a noção do trambolhão do PSD. A perda de 33 câmaras engana e só agora é que vi que teve menos um milhão de votos do que o PS . Tinha defendido que não se tratou de um castigo ao governo, mas enganei-me. Foi um severo castigo.

O que se pode argumentar é que qualquer governo estaria a fazer parecido e teria igualmente sido castigado. Também os erros de Sintra e do Porto fizeram perder uma boa quantidade votos.

Mas a verdade mantém-se : Foi uma queda de grande altura !!!!!
Engano
Também fui ao engano.
AS ELEIÇÕES, OS RESULTADOS E O PSD/CDS-PP
Deixo-lhes um factor de reflexão, a CDU/PEV. Não sei se estão a lambuzar os actuais resultados da Coligação CDU/PEV, e se os estão a digerir bem. Proponho, umas pastilhas de (democraticidade), as quais farão bem para ajudar a remoer os grãos duros da dita coligação, e, até os "picadilhos" que daí advirão e que vão colocar muito barulho na engrenagem fascista da coligação (des) Governamental PSD/CDS.PP. Apoiem-se, porque, quando começar a tocar a quebrado, não vai sobrar crâneos direitos.
Afinal ninguém disse...
Mas quem ganhou foi a abstenção !!!
Abstenção
Com 3091 votos!!
a abstençao, o papao que todos querem ignorar
Brancos + Nulos
O que eu verifiquei nestas eleições foi o aumento de 170% dos votos nulos e brancos, em Lisboa, e retrato semelhante pelo resto do país. Em Lisboa equivalem ao 3º lugar com 8.2%.
Já nem vale a pena falar na abstenção, e nas pessoas que já nem se dão ao trabalho de caucionar um sistema totalmente corrompido e pervertido.
Falo é dos que querem votar, vão votar e rejeitam qualquer partido.

Neste aspecto estamos ao nível dos países subdesenvolvidos: só uma minoria residual acredita nos políticos e no sistema partidário.

Será que os políticos, a Assembleia da República, o Presidente da República não acham que era altura de introduzir mecanismos de selecção dos indivíduos que se esgueiram nos partidos para assumir cargos públicos?

       
Sem surpresas
Juntem os votos do PSD + coligacoes PSD com CDS + CDS e comparem com os totais do PS para chegarem a conclusao que em caso de eleiccoes antecipadas nao haveria maiorias absolutas nem estabilidade politica. Tendo em conta o cenario politico isto traduz-se numa tripla derrota (PSD, PS, Portugal).

      PSD- Penalizado com as pesadas medidas de austeridade que nunca deram votos e a incapacidade (ou falta de vontade) em tomar certas medidas essenciais sofre a derrota esperada.

            PS- Apesar de um cenario politico em tudo favoravel nao consegue uma vitoria esmagadora com que possa pressionar o PR, o PM ou a opiniao publica para a realizacao de eleiccoes antecipadas.

            Portugal- Tambem perde porque nao se vislumbra no horizonte uma estabilidade politica muito necessaria no actual contexto e pior ainda, o pessoal continua a votar nos partidos que venderam (por via da divida que contrairam) a nacao a interesses estrangeiros enchendo os proprios bolsos (e dos amigos e patrocinadores) no processo ficando mais uma vez provado (embora com pequenas mostras de melhoria) que Portugal tem serias dificuldades em destinguir o certo do errado, o licito do ilicito, o heroi e o vilao.

                Destaque-se a grande vitoria da abstencao.

Cumprimentos.
           
Errado
Uma questao de ponto de vista
A PARTIDOCRACIA PERDEU
Os votos entregues aos partidos obtêm-se dos votos que não lhes foram atribuidos que são:
>>>> abstenção 47.4
>>>> independentes 6.7
>>>> brancos 5...
>>>> nulos 2.5
>>>> Total 61.6
Ou seja os partidos receberam menos de 40 % dos votos potenciais !!! Quem ganhou as eleições foram as candidaturas independentes e todos os que estão contra a a ditadura partidária, abstencionistas, votos brancos e votos nulos. Partidos transformen-se enquanto podem. O povo ontem, exprimiu num ronco surdo, que a bandalheira não vai continuar muito mais tempo. A ver a votação da CDU, parte da partidocracia !!!
Problema da Abstenção
O POVO NÃO QUER MAIS DESTA DEMOCRACIA
ahah... a salvadora abstenção.
PARTIDOCRACIA CONTRA MOREIRA
>>>> Da múmia Almeida Santos na RTPI: “as eleições decorreram de modo exemplar excepto o caso de Rui Moreira que foi mau”. Entenda-se mau para a democracia.
>>>> Do menino bonito da direita, Morais Sarmento: “a vitoria de Moreira foi brilhante, mas foi pena o tom zangado e crispado com que teceu os comentários da vitória”.
Da esquerda à direita a partidocracia não digere a vitória dos independentes, os partidos estão choqueados, está-lhes a soar o fim de um ciclo, e assoma-se uma nova República.
O estertor da partidocracia
ABSTENÇÃO
Parabéns pela criação desta página informativa. Já não era sem tempo! Faz ver à CNE e a muitos "tapadinhos" que andam por aí!
Só não percebo porque é que aparece o valor da Abstenção (36%, por exemplo) e Votos=1. O que significa este voto? Não fazia falta (já agora) uma referência ao número de Inscritos?
como diz o outro...
ACORDA PORTIGAL!
O sr.Passos Coelho já dizia, antes das eleições que, independentemente do seu resultado não fazia tensões de mudar de rumo e, declaradamente, se estava a lixar para elas.
Este senhor, já deu provas de grande prepotência nos seus actos e seguramente que, após este resultado desastroso nas eleições autarquicas, está já "rosnando debaixo da mesa" (entre aspas), pensando como irá lixar os portugueses. Não tenhamos dúvidas, quem o conhece que o diga. Está no seu perfil!
Agora vai começar com as ameaças do 2º resgate e, depois de entreter os portugueses durante algum tempo e dos comentaristas os assustarem, ele "volta atrás" (também entre aspas), e aprova o imposto sobre os depósitos bancários como se fez no Chipre e que, segundo já li algures iria dar um encaixe financeiro de 13 mil milhões de euros.
Os portugueses têm de abrir os olhos, porque esta estratégia está na calha e, este silêncio à volta deste assunto, é bem revelador que os portugueses têm os olhos muito fechados.
Mais uma vez, Portugal está nas mãos do sr.Paulo Portas porque o presidente da república está no camarote a ver a banda passar. Só ele poderá dar um murro na mesa e dizer Basta!
Partilhem esta mensagem. ACORDA PORTUGAL! (novo movimento de cidadãos independentes)
Engana-se!
Autárquicas.
Deixe o seu comentário
Autárquicas.
Tendo por base a informação aqui disponibilizada e faltando apurar apenas 37 freguesias concluímos que o PSD ( excluem-se as coligações com CDS ) representa 16,57 % ( total de votos 812.034 !).
        A conclusão é óbvia ; O PSD não representa o povo português !
Excelente trabalho
Parabéns
Comentários 35 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador

PUBLICIDADE

Pub