21 de abril de 2014 às 10:37
Página Inicial  ⁄  Atualidade / Arquivo   ⁄  Egito: Irmandade Muçulmana reclama vitória nas presidenciais

Egito: Irmandade Muçulmana reclama vitória nas presidenciais

A oposição não fez ainda qualquer comentário.  A Irmandade Muçulmana reivindicou a vitória depois de apuradas 11 mil assembleias de votos.
Lusa

A Irmandade Muçulmana reivindicou hoje a vitória do seu candidato, Mohammed Morsi, na segunda volta das primeiras eleições presidenciais no Egito desde a queda de Hosni Mubarak, em fevereiro de 2011.

"O doutor Mohammed Morsi é o primeiro presidente da república egípcio eleito pelo povo", diz uma mensagem da conta oficial da rede social Twitter do Partido Liberdade e Justiça, o braço político da Irmandade Muçulmana.

O partido fez o anúncio depois de apurados os dados de cerca de 11 mil das 13 mil assembleias de voto colocadas em todo o país, não havendo, até ao momento, qualquer informação ou comentário por parte da oposição.

Comentários 3 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
Agora...
...esperam-se as felicitações oficiais dos presidentes das repúblicas das democracias ocidentais,tal como o protocolo manda.

Se o Egito...

Se o Egito... Virar uma democracia teocrática vai ser uma grande dor de cabeça para o Ocidente...
Há censura no "Expresso"?
No meu e-mail da caixa de respostas recebidas dos comentários do "Expresso",relativamente `a presente notícia,surgiu uma resposta do comentador "Tucano" com a referência abaixo indicada.No entanto essa resposta não aparece.Que se passa?Alguém tem uma explicação?

www.expresso.pt/gen.pl?p=stories&op=view&fokey=ex.stories/733575&va=4284279#4284279
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub