19 de abril de 2014 às 19:22
Página Inicial  ⁄  Opinião e Blogues  ⁄  O Expresso na SIC Notícias  ⁄  Efeito da dedução do IVA é imprevisível

Efeito da dedução do IVA é imprevisível

Comentário de João Vieira Pereira, diretor-adjunto do Expresso, no Jornal de Economia da SIC. Em análise, as novas deduções do IVA e a queda da atividade económica.
Comentários 5 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
No Brasil quando qualquer cudadão faz um pagamento
dá o seu número de contribuinte no acto e depois ao fim do ano as Finanças creditam a conta bancário pelo montante estabelecido pelo Estado. Em Portugal é tudo muito complicado. E veja-se a dimensão do Brasil face a Portugal.....
Crise?
Sou só eu ou 1 euro em 100 euros não me parece assim tão mínimo?
E as Grandes Superfícies ? ...
Pena é que o legislador não se tenha lembrado das facturas das grandes superfícies e lojas por depatamentos ( Corte inglés ) . Desta forma, estes inuspeitos agentes económicos continuarão a emitir o talão de venda em vez de factura ... mas para um café é obrigatória a factura ! ...

Enfim, se estamos em Portugal, onde a lógica dos interesses de quem tem poder se impõe sempre sobre o interesse geral da população, porque é que essa mesma lógica não se iria vereificar sobre os grupos de pequenos cafés, cabeleireriros e mecânicos ? ...
Re: E as Grandes Superfícies ? ... Ver comentário
Imprevisível? nã...
Por mim fica tudo na mesma: Guardar mais de 300 facturas para ter uma dedução à colecta de 17,50 euros? E acabar por ter um aumento no reembolso do IRS de 4,40 euros? Correr o risco de ter uma inspecção do fisco à perna para vigiar as mais de 300 facturas? Nem pintado!
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub