Siga-nos

Perfil

Economia

WorldGMC

Competir numa final

Cabo Verde foi um dos países que competiu na final internacional da edição de 2017 do Global Management Challenge. Dirceu do Rosário, líder da equipa, conta como foi esta experiência.

“Tínhamos a noção de que a final internacional ia ser muito competitiva e é o local para se mostrar de facto o que se sabe. Do ponto de vista da gestão e dos conhecimentos técnicos e competências base as equipas estão mais ou menos niveladas. Mas esta é uma competição de estratégia e gestão, há que pensar estrategicamente e procurar implementar as decisões estratégicas e o que faz a diferença em termos de resultados é a precisão dos números”, explicou Dirceu do Rosário, líder da equipa de Cabo Verde durante a final internacional da edição de 2017 do Global Management Challenge que decorreu em abril deste ano, no Dubai. Cabo Verde não passou da semifinal e a República Checa foi o grande vencedor deste evento.

Para além da aprendizagem técnica que se obtém numa final, em que se está a competir com as melhores equipas de todo o mundo, o líder de Cabo Verde salientou ainda que foi um bom momentos para alargar horizontes e rede de contactos. “Conhecemos pessoas com culturas e línguas completamente diferentes e temos os prazer de conviver no mesmo espaço, trocar ideias e impressões. Já falámos com estudantes, jovens em início de carreira e quadros e tem sido, acima de tudo, uma vivência única”, finalizou Dirceu do Rosário.