Siga-nos

Perfil

Economia

WorldGMC

As equipas mistas na prova

  • 333

A atual edição do Global Management Challenge conta com a participação de 18 formações mistas. Roberto Sousa, líder da IAPMEI/Mind Source Kings, fala das vantagens de trabalhar com quadros e estudantes.

Roberto Sousa é o chefe da equipa mista IAPMEI/Mind Source Kings, formada por dois quadros e três estudantes. Na sua perspetiva e para se ser bem-sucedido neste desafio de estratégia e gestão, as formações que misturam estudantes e quadros têm vantagens, nomeadamente “o envolvimento de participantes de dois mundos distintos, que apostam nas características e conhecimento de ambas as partes para unir sinergias e conseguir alcançar o objetivo de obter o melhor desempenho do investimento”.

Durante as semanas de jogo estes dois mundos, o profissional e o académico, criam ligações e trocam experiências e saberes. “Para os estudantes é uma grande oportunidade para apostar no desenvolvimento de competências com principal enfoque na gestão e estratégia, permitindo-lhes conhecer e envolverem-se no mundo empresarial”, frisa Roberto Sousa.

No final deste processo o chefe da IAPMEI/Mind Source Kings e os seus colegas esperam alargar as suas competências de gestão através da consciencialização do impacto que as decisões nas diversas áreas da empresa podem ter, aplicando os seus conhecimentos para atingirem os melhores resultados no Global Management Challenge.