Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Vilamoura vendida por um terço do seu valor

  • 333

Antevisão dos Jardins Victoria, um dos novos projetos imobiliários na calha para Vilamoura

A Lusotur, empresa espanhola que detinha e geria o complexo turístico de Vilamoura, foi comprada pela gestora de fundos norte-americana Lone Star por 200 milhões de euros.

Constança Lameiras

O fundo norte-americano Lone Star pagou 200 milhões de euros pela Lusotur, proprietária do complexo turístico-imobiliário de Vilamoura, aos espanhóis do Catalunya Banc. Tal como o Expresso noticiou no fim de semana, a venda inclui ativos que se estendem por dois mil hectares, além da concessão da marina.

Segundo avança o Diário de Notícias, a Lone Star pagou ao Catalunya Banc cerca de 200 milhões de euros, um valor que corresponde a três vezes menos do que teria sido pago há cinco anos. No entanto, apesar do valor da compra, a Lone Star considera que esta é "a maior transação imobiliária em Portugal em 2015".

Recorde-se que há dez anos o empresário André Jordan vendeu o empreendimento aos espanhóis da Prasa por 360 milhões de euros, que alteraram o nome da empresa para Lusort, cujos ativos surgem atualmente no balancete dos bancos avaliados em mais de 500 milhões de euros.

Em declarações à agência Lusa, o empresário explica que os ativos agora vendidos já não são os mesmos da altura em que vendeu a Lusotur (atual Lusort) e que se assistiu a "ajustamentos no mercado" devido à crise. No entanto, André Jordan considera que "a entrada da Lone Star é o maior investimento desde a crise".

O resort agora adquirido pela Lone Star abrange mais de 2 mil hectares em torno da marina, dispondo de mais de 7 mil metros quadrados de terreno para a construção.  É neste espaço que deverá surgir em breve a Cidade Lacustre, um resort de luxo edificado sobre a água.

Trata-se de um projeto "único e pioneiro em Portugal", que terá três lagos artificiais sobre os quais serão construídas as casas. A acrescentar à zona residencial, o site da Lusort avança ainda que a Cidade Lacustre terá também passeios pedonais, assim como uma zona comercial e turística.