Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Vídeo vai representar 80% do tráfego da Internet

A Cisco System prevê um forte crescimento da área de vídeo nos próximos três anos. Acualmente, este tipo de conteúdo já representa metade do tráfego da Internet.

João Ramos (www.expresso.pt)

Em 2013, os conteúdos em vídeo vão representar 80% do tráfego total da Internet, quando actualmente não vai além de 50%, revelou a empresa norte-americana Cisco Systems durante a Cimeira Anual de Parceiros Cisco que este ano decorreu em São Francisco, Califórnia. Além do previsível aumento da circulação de vídeos através do acesso às redes sociais(como o YouTube ou o Facebook), este aumento do tráfego resulta, segundo o que prevê a Cisco, do previsível crescimento da utilização dos meios audiovisuais por parte das empresas.

John Chambers, presidente executivo da Cisco, não hesitou em classificar o vídeo como uma das aplicações de grande potencial de negócio (killer application) para os próximos anos. Segundo o mesmo responsável, o mercado mundial de sistemas colaborativos (que inclui a videoconferência) vale cerca de 34 milhões de dólares.

Para suportar esta convicção, a Cisco, que é o maior fabricante de redes baseadas em tecnologia Internet, confirmou durante o evento de São Francisco, a compra da Tandberg, fabricante norueguês de sistemas de videoconferência, por 3,2 mil milhões de dólares. O negócio tinha sido fechado no final de 2009, apenas aguardava luz verde das autoridades, nomeadamente da Comissão Europeia.

Sistema acessível às grandes empresas

Com esta aquisição, a Cisco colmata uma lacuna na sua oferta de videoconferência, já que dispunha do sistema Telepresence (ver vídeo no final do artigo), um sistema topo de gama que apenas está acessível ao bolso das grandes empresas . Com a aquisição da Tandberg, a Cisco passa a cobrir também os mercados das pequenas e médias empresas.

Ao mesmo tempo, a Cisco também quer tornar a videoconferência num serviço acessível aos pequenos negócios e ao mercado doméstico. Para o efeito, a empresa vai disponibilizar uma caixa descodificadora para ligar televisão que vem democratizar o acesso à videoconferência.

Para complementar o interesse pelo vídeo, convém recordar que a Cisco tinha comprado em 2009 a empresa Pure Digital que tinha como principal produto o Flip, uma câmara compacta que permite a captura de algumas horas de vídeo em alta definição.