Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Veniam. Portuguesa, sedutora de dólares americanos e com Silicon Valley na mira

João Barros, presidente executivo e um dos quatro fundadores da Veniam

Empresa da área da internet conta com capital de risco americano para expandir o negócio nos Estados Unidos.

A startup portuense de base tecnológica Veniam seduziu um consórcio americano de investidores a aplicar 4,9 milhões de dólares (3,9 milhões de euros) para expandir a sua presença em Silicon Valley e acelerar o processo de instalação de redes veiculares em várias cidades dos Estados Unidos.

O consórcio financiador é liderado pela sociedade de capital e risco True Ventures, contando ainda com a participação da Union Square Ventures e da Cane Investments. 

Internet em movimento

A Veniam é uma empresa portuguesa que desenvolve tecnologia inovadora e está apostada em criar a "internet em movimento" (internet of moving things). Utiliza a conectividade entre veículos, objetos móveis e utilizadores finais para ampliar a cobertura de rede WiFi, a custos reduzidos.  Basicamente, instala dispositivos de comunicação móveis que transformam carros, autocarros ou camiões em hotspots WiFi em movimento. Esta comunicação entre veículos permite aos utilizadores ter acesso à internet sem recorrerem às redes móveis e permite recolher dados sobre os veículos e a cidade.

Este ano, a Veniam criou, no Porto, a maior rede veicular do mundo, com a ligação entre mais de 400 autocarros da cidade, permitindo o acesso à rede WiFi a cerca de 60 mil pessoas por mês.

A partir do sucesso registado no Porto, "este financiamento vai permitir expandir rapidamente as atividades nos EUA, continuando a criar emprego qualificado em Portugal com investimento direto estrangeiro", refere João Barros, presidente executivo e um dos quatro fundadores da Veniam.

A tecnologia "é inteiramente desenvolvida em Portugal e tem despertado um enorme interesse em todo o mundo", refere o jovem empresário.

A Veniam está segura de que "as redes de veículos em grande escala estarão na base de uma expansão mais rápida da internet of Things, tanto nas cidades como em ambientes industriais". 

Sede na Califórnia

O objetivo da Veniam é transformar frotas de veículos, públicos ou privados, em redes ativas, sem que haja uma dependência das redes móveis. Paralelamente, a utilização da tecnologia permite também recolher um grande volume de dados, representando grandes oportunidades como o melhoramento dos transportes públicos, recolha inteligente do lixo, e monitorização de infraestruturas críticas, entre outros.  

Em agosto passado, a Veniam transferiu a sede para Mountain View, Califórnia, para abrir um novo ciclo. João Barros adotou a mesma lógica e instalou-se em Montain VIew. Mas os laboratórios de desenvolvimento permanecem em Aveiro (IEUA) e no Porto (UPTEC).

A empresa foi lançada em 2012 por João Barros e Susana Sargento, docentes das universidades do Porto e de Aveiro. Roy Russell e Robin Chase, fundadora e ex-CEO da Zipcar, a maior empresa de car-sharing do mundo, são também cofundadores.