Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Um relatório muito suave do FMI

  • 333

A avaliação que o FMI faz da economia portuguesa é surpreendentemente positiva, apesar de nas semanas anteriores vários responsáveis do Fundo terem sido muito críticos quanto ao fim do ímpeto reformista por parte do Governo. O relatório final passa ao de leve sobre este aspeto e revê em alta o crescimento, ao mesmo tempo que reduz a previsão para o défice. Sublinha, contudo, que tal se deve em grande parte à excecional conjuntura externa (descida das taxas de juro, do petróleo e do euro) e que o momento deve ser aproveitado para continuar as reformas. Reformas que continuam a visar o mercado de trabalho e as rendas excessivas na energia e nos portos. Nada de novo. Comentário de Nicolau Santos, diretor-adjunto do Expresso, sobre o tema.