Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

TAP. Sindicato do pessoal de voo abandona plataforma de sindicatos

Esta segunda-feira, a plataforma propôs suspender a greve na TAP, marcada para o fim de ano, com a condição de o processo de privatização ser interrompido.

O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) abandonou a plataforma sindical da TAP por discordar do documento que foi entregue ao Governo.

Numa nota citada pela Lusa, o SNPVAC comunica aos seus associados a saída da plataforma, após "muitas horas de reunião", por considerar que o documento enviado ao Governo "abre a porta a uma privatização" que não defende. 

Na semana passada, 12 sindicatos que representam os trabalhadores da companhia decidiram avançar com uma greve de quatro dias, entre 27 e 30 de dezembro, para "sensibilizar o Governo para a necessidade de travar o processo de privatização". 

Depois de uma reunião na sexta-feira, que juntou Governo e sindicatos, a plataforma propôs segunda-feira a suspensão da greve com a condição de o processo de privatização ser interrompido. O Governo diz não abdicar da venda, pelo que a situação se encontra num impasse.