Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Sonae trava Continente em Angola

  • 333

A entrada do Continente em Angola gerou grande expectativa em 2011 mas o projeto está em risco

Silêncio de dois meses de Isabel dos Santos sobre a contratação de quadros deixa Sonae com um pé fora da parceria.

Adriano Nobre e Anabela Campos

O projeto para a entrada dos hipermercados Continente em Angola está em risco de ser abandonado pela Sonae. Há já dois meses que, segundo informações recolhidas pelo Expresso, a empresa parou todos os trabalhos que tinha em curso no âmbito da parceria, criada em 2011, com a angolana Condis, detida por Isabel dos Santos. A administração da Sonae não comenta a situação, mas fontes próximas ao processo admitem que o cancelamento da parceria é um cenário cada vez mais plausível. 

Na base desta possibilidade está o avolumar de situações que colocaram em causa a confiança da empresa portuguesa no projeto. O último e decisivo episódio ocorreu em fevereiro, quando dois quadros de topo da área de retalho da Sonae a trabalhar nesta parceria - Miguel Osório e João Seara - se desvincularam da dona dos hipermercados Continente, marca histórica do grupo de Belmiro de Azevedo, para abraçarem um novo projeto no sector do retalho em Angola. 

Leia mais na edição deste fim de semana.