Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Só vamos ter €436 milhões para manter estradas até 2020

Rui Duarte Silva

O Plano de Proximidade aprovado pela Estradas de Portugal prevê uma média anual de €87,2 milhões para manter a infraestrutura rodoviária nos próximos cinco anos.

J. F. Palma-Ferreira

A Estradas de Portugal aprovou o Plano de Proximidade, que aplicará €436 milhões nos próximos cinco anos para manter a rede rodoviária nacional, soube o Expresso.

"Estão previstas mais de 500 intervenções na conservação da rede rodoviária, cabendo o valor máximo de €87 milhões à região centro norte e o valor mais baixo de €79 milhões ao Alentejo", comentou uma fonte da empresa.

Para o investimento, que também tem um plano a cinco anos, a Estradas de Portugal alocará cerca de €298 milhões, o que "dá uma média anual de €59,2 milhões de euros", explicou a mesma fonte. "Entre as obras que só serão feitas se houver investimento privado conta-se o IP3", adiantou.

Estas verbas são "manifestamente inferiores ao investimento previsto para a rede ferroviária, que previsivelmente receberá €526 milhões por ano, o que determina uma proporção de 80% de valores alocados à ferrovia e cerca de 20% destinados à rede rodoviária", admitiu a mesma fonte.