Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

SIC emite todos os canais para o estrangeiro

  • 333

Acordo com a ZAP permite distribuir SIC Radical em Angola e Moçambique. Todos os restantes canais do universo SIC já tinham emissão noutros países. 

A SIC vai passar a disponibilizar todos os seus canais em mercados internacionais. O único canal do universo da estação de Carnaxide que ainda não tinha emissão noutro país era a SIC Radical, mas um acordo entretanto estabelecido com a operadora ZAP vai permitir fazer chegar este canal a Angola e Moçambique.

A informação foi avançada esta quarta-feira pela SIC, em comunicado, com a estação a sublinhar que com este acordo a SIC "consolidou a sua posição de estação portuguesa que emite o maior número de canais no estrangeiro".

Até agora o canal da Impresa - que também detém o Expresso e a Visão, entre outros títulos - já disponibilizava  a SIC Internacional, a SIC Notícias, a SIC Mulher, a SIC K, a SIC Caras e a DSTV Kids em operadoras de países como França, Suíça, Bélgica, Luxemburgo, Andorra, Estados Unidos, Canadá, Angola, Moçambique, Brasil, Austrália ou Cabo Verde.

"Este é para nós um momento único. Pela primeira vez na nossa história, todos os canais da família SIC passaram a ser emitidos além-fronteiras. Somos o operador português com mais canais internacionais e em mais mercados. É um passo crucial para a globalização dos canais SIC e na internacionalização do Grupo Impresa", refere o CEO da Impresa, Pedro Norton, no comunicado enviado às redações.

No mesmo documento, Norton refere que "o mercado em língua portuguesa é fundamental" para a Impresa e expressa a convicção de que "Angola e Moçambique vão ser países de sucesso para a SIC Radical, à semelhança do que já acontece com os outros canais que já são lá distribuídos".

"Em poucos anos, a SIC tornou-se na empresa portuguesa que mais canais emite no estrangeiro. A internacionalização do Grupo IMPRESA é um caso de sucesso ímpar no mercado português", conclui Pedro Norton.