Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

"Se for necessário tomar mais medidas estamos preparados"

O ministro das Finanças garantiu hoje estar preparado para avançar com novas medidas se for necessário. Mas, para já, está confiante que os objectivos serão atingidos e até espera conseguir um défice mais baixo que o previsto este ano.

João Silvestre (www.expresso.pt)

Na conferência de impresa que se seguiu ao Conselho de Ministros, Teixeira dos Santos deixou a garantia que avançará com novas medidas para controlar o défice. "Se for necessário tomar mais medidas, estamos preparados para as tomar", sublinhou o ministro das Finanças

Teixeira dos Santos não quis adiantar quais poderiam ser, nesse cenário, as medidas a adoptar: "Nessa altura anunciaremos quais as medidas, não é este o momento oportuno."

O ministro espera, no entanto, atingir os objectivos orçamentais e refere que a antecipação das medidas do Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC) para este ano visam reforçar a credibilidade do Governo em atingir a meta de défice de 8,3% este ano e, se possível, até conseguir um valor mais baixo.

"Mantendo-se um quadro favorável de execução podemos ter condições, sem assumir compromissos, para fazer um resultado final melhor do que nos propusemos", disse Teixeira dos Santos.