Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Santa Casa de Lisboa vai apostar no turismo low-cost

  • 333

Lisboa

António Pedro Ferreira

O segundo maior proprietário da cidade de Lisboa vai entrar no mercado hoteleiro.

Jorge A. Ferreira

A aposta no Turismo, designadamente a abertura de hostels na capital, faz parte da estratégia, a breve prazo, da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) no sentido de diversificar as suas fontes de receitas, ainda dependentes do jogo em cerca de 75%. Segundo revelou o provedor da instituição, Pedro Santana Lopes, o objetivo é destinar alguns dos edifícios que estão a ser reabilitados para esta atividade.

"Como é evidente, será uma oferta de turismo social e não de topo de gama", ressalva aquele responsável, adiantando que os projetos terão associada uma vertente cultural e histórica relacionada com a própria Santa Casa. O provedor revelou estes planos a propósito da inauguração da exposição "SCML - Património com Futuro", que decorreu na passada quinta-feira, na Galeria de Exposições Temporárias da instituição (patente até 10 de maio). Na mostra pode ser visto um conjunto de projetos de arquitetura e de obras de reabilitação que a instituição está a desenvolver, mas também trabalhos concluídos em 2014 e outros que ainda estão a decorrer. No total, entre obra feita e projetos na forja, a SCML prevê gastar cerca de €37 milhões.

Leia mais na edição deste fim de sermana