Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Risco português continua a subir

Portugal foi hoje de novo o líder no agravamento do risco de bancarrota. A probabilidade de default subiu para 15,88%, no fecho. Também a Grécia continua em alta - o risco está acima dos 31%

Jorge Nascimento Rodrigues (www.expresso.pt)

A probabilidade de default (de incumprimeto) da dívida soberana portuguesa está hoje, de novo, a liderar as subidas neste indicador fornecido várias vezes ao dia pela CMA datavision. É a segunda vez esta semana que este récorde é atribuído ao país.

O risco de bancarrota no caso português subiu, no fecho, para 15,88%, distanciando Portugal da situação de Espanha (apesar do risco do nosso vizinho também estar a subir), Irlanda e Itália, outros "colegas" do chamado grupo dos PIIGS. O agravamento do risco português foi de 9% em relação ao fecho do dia anterior.

O risco português chegou a passar a linha dos 16% ao final da tarde, mas, depois, abrandou ligeiramente.

Também a Grécia continua a ver deteriorar-se o seu risco de crédito. Mantém o 4º lugar mundial no clube dos com mais elevada probabilidade de default. O risco subiu acima dos 31%. O Paquistão está apenas quatro pontos percentuais acima.