Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Risco da dívida continua a bater recordes

O preço dos credit defaults swaps (CDS) disparou de tal forma que o preço para segurar a dívida portuguesa mais do que duplicou numa semana.

O risco da dívida portuguesa continua a bater recordes nos mercados, com o custo para segurar a dívida, os 'credit defaults swaps', a subir 56 pontos base para os 442, tendo duplicado em menos de uma semana.     De acordo com os dados da CMA Datavision, o custo dos 'credit default swaps' para títulos de divida a cinco anos atinge os 442 pontos, o que representa um custo anual de 442 mil euros para segurar títulos de divida portuguesa com maturidade a cinco anos.     O preço dos CDS disparou de tal forma que o preço para segurar a dívida portuguesa mais do que duplicou desde quarta feira da semana passada, quando fechou nos 232 pontos base.     O aumento do risco também se faz sentir na Grécia, com o preço dos CDS a aumentar 78 pontos base para os 902 pontos, enquanto a Espanha vê o risco atribuído à sua dívida a descer para 222 pontos base, contra 290 do fecho de terça feira.     *** Este texto foi escrito ao abrigo do Novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.