Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Procura de apoios comunitários para empreendedorismo dispara e Portas elogia

  • 333

Estavam disponíveis 400 milhões de euros para apoios comunitários ao empreendedorismo, mas houve procura para 1.700 milhões de euros, explicou Paulo Portas em Nova Iorque, na conclusão da sua visita aos EUA, no novíssimo restaurante do chef português, George Mendes, o Lupulo, em Chelsea.

Anabela Campos, em Nova Iorque

"Fiquei bastante impressionado com os dados que foram ontem [segunda-feira] concluídos. Há 400 milhões de euros disponíveis e apareceram candidaturas com um valor mais do que três vezes superior ao dinheiro que está disponível. Ou seja, 1.700 milhões de euros", explicou Paulo Portas aos jornalistas, no âmbito da sua visita de dois dias a Nova Iorque. "Isto significa que há muitas empresas disponíveis para tomar decisões de investimento este ano e isso é muito bom sinal", acrescentou. O vice primeiro ministro explicou ainda que "80% das empresas que se candidatam fazem-no pela primeira vez, o que quer dizer que também há muitas empresas novas".

Candidataram-se 727 os projetos a apoios ao investimento produtivo e ao empreendedorismo. São projetos de áreas de inovação, de produtos e processos, e qualificação de recursos humanos, de pessoas", adiantou. Paulo Portas concluía assim uma visita de dois dias a Nova Iorque, onde teve encontros com fundos de investimento e empresas de private equity, com uma carteira de gestão de mais de 6 biliões de dólares, para lhes explicar que a economia portuguesa está de novo a crescer e está empenhada em atrair investimento estrangeiro.   

O último evento em que o vice primeiro ministro participou em Nova Iorque serviu para conhecer três startups portuguesas, com negócios nos EUA, a CrowdProcess, uma empresa tecnológica, atualmente focada em criar produtos para o sistema financeiro; o projeto de Paulo Delgado, uma marca de sapatos de luxo, e a Nutriventures, empresa de animação educativa, com uma série em exibição nos EUA.

O encontro decorreu no novíssimo restaurante de comida portuguesa do chef George Mendes, o único que existe atualmente em Manhattan. O Lupulo, um restaurante que é sobretudo uma cervejaria, abriu na passada sexta-feira.  O chef português tem uma estrela Michelin desde 2011, com o seu restaurante Aldea, também em Nova Iorque, mas de comida ibérica.

Paulo Portas veio acompanhado pelo presidente da AICEP, Miguel Frasquilho. O encontro serviu também para estreitar laços entre o governo, a AICEP e as câmaras de comércio luso portuguesas, cujo quarto encontro internacional também decorreu nestes dois dias em Nova Iorque.