Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Portugal perde 3070 produtores de leite por ano

No ínicio dos anos 90 do século passado eram 80.000, mas agora já só existem 6.300 produtores de leite. Com o fim do regime protegido das quotas leiteiras já em 2015 a situação pode agravar-se ainda mais.

Vítor Andrade e Margarida Cardoso

Desde o início dos anos 90 que Portugal tem vindo a perder em média 3070 produtores de leite todos os anos. Dos 80 mil existentes há 24 anos restam apenas 6300, dos quais 2700 nas ilhas dos Açores, um dos poucos lugares a nível mundial onde as vacas leiteiras se alimentam praticamente só das pastagens.

Paralelamente, assistiu-se a um forte incremento da produtividade por vaca leiteira, que se cifra atualmente em 7.300 quilos de leite/vaca por ano, valor muito próximo do que se regista noutros países da União Europeia. Bastante acima dos valores de 1990, que rondavam os 4.400 quilos de leite/vaca/ano.

A partir de março de 2015 acaba o regime de quotas leiteiras, que existia desde 1985 na Europa comunitária. Agora, os produtores terão de concorrer em mercado livre e totalmente aberto à concorrência, o que poderá significar o fecho de muitas pequenas explorações.

Para continuar a ler, clique aqui