Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Portugal no Farnborough Airshow 2010

A AICEP (Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal) vai levar a Londres diversas empresas, universidades e associações ligadas à indústria aeronáutica.

Alexandre Coutinho

Pela primeira vez, Portugal vai dispor de um pavilhão próprio num dos maiores salões mundiais de aviação. A AICEP, em colaboração com as associações Pemas, Pool.net, Danotec e Proespaço vai levar, em Julho, ao Farnborough Airshow 2010, um total de 42 entidades (entre empresas, universidades e outras instituições) que constituem o Cluster Aeroespacial Nacional. A iniciativa será repetida em Junho de 2011, no Salão Internacional de Aeronáutica e Espaço de Le Bourget, em Paris.

Entre as empresas convidadas pela AICEP, figuram algumas das candidatas ao fornecimento de componentes para as novas fábricas da Embraer, em Évora. Desde Abril de 2009, que o construtor brasileiro está a seleccionar potenciais fornecedores em Poprtugal, tendo já realizado dois workshops com 16 empresas, o último dos quais decorre até ao fim do mês.

Paralelamente, a AICEP está a promover o desenvolvimento de competências para o sector aeronáutico deste grupo de empresas portuguesas, na sua maioria fornecedoras do sector automóvel. Amorim, Almadesign, Caetano Componentes, Couro Azul, Iberomoldes, Incompol, LN Moldes, Olesa e Tekever, são algumas das seleccionadas para apresentarem as suas competências no salão aeronáutico de Farnborough.

Active Space Technologies, Critical Materials, Critical Software, Edisoft, EID, Envolve Space Solutions e UA Vision, destacam-se entre as empresas de base tecnológica; enquanto o sector académico será representado pelos institutos de Engenharia Mecânica e Gestão Industrial da Universidade do Porto e de Soldadura e Qualidade, e pelas universidades Técnica de Lisboa e da Beira Interior.