Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Portugal leiloa mil milhões em Bilhetes de Tesouro

Estado português realiza hoje dois leilões de €500 milhões em Bilhetes de Tesouro com prazos de três e nove meses.

O Estado português vai fazer hoje dois leilões de 500 milhões de euros cada um em Bilhetes de Tesouro com prazos de três e nove meses, numa operação conduzida pelo Instituto de Gestão da Tesouraria e do Crédito Público (IGCP).     "A julgar pelas taxas atuais que o mercado está a exigir como rendibilidade para o prazo equivalente, a 6 meses as taxas ('yield') estão entre os 0,843% e os 0,706%, acima da emissão BT 23 JUL 2010 que registou 0,59% e da emissão BT 17 SEP 2010 que registou 0,739%", adiantou à agência Lusa Bruno Costa, operador da Go Bulling, corretora do Banco Carregosa.     O especialista acrescentou que "a julgar pelas taxas atuais que o mercado está a exigir como rendibilidade para o prazo equivalente, a um ano as taxas ('yield') estão entre os 1,2% e os 1,15%, o que pode ficar dentro dos valores já registados este ano quando foram registados os máximos do ano nas taxas de rendibilidade exigidas pelo mercado de dívida".   No total, estão planeadas entre oito a 12 linhas de Bilhetes do Tesouro para 2010.      "Segundo o IGCP, o Programa de Financiamento para 2010 contempla necessidades de financiamento do Estado que leve à emissão de instrumentos de divida de médio e longo prazo bem como financiamento líquido de curto prazo, num total de 24 a 25 mil milhões de euros. Dos quais, 20 a 22 mil milhões de euros são através de emissões de Obrigações (dívida de médio e longo prazo)", destacou Bruno Costa.     O Estado Português já pediu ao mercado em 2010, 4,5 mil milhões de euros (em 5 leilões).     *** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

 

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.